Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/08/2009 08:04

Mais um dia de cão em Mato Grosso

Edílson Almeida, 24horasnews

Mais um “dia de cão” em Mato Grosso por causa da violência e ousadia dos criminosos. Dois assaltos praticamente simultâneos a agências bancárias: um ao banco Bradesco na cidade de Lucas do Rio Verde, no médio-Norte de Mato Grosso, considerada uma das cidades mais prósperas do Estado; outro, ao Banco do Brasil em Paranatinga, no médio-Leste. Em ambos, pânico e medo por causa da ação dos bandidos, que fizeram pessoas reféns. Nos assaltos, uma pessoa ficou ferida, em Paranatinga. A Polícia não logrou ainda êxito na tentativa de prender os assaltantes. Ainda não se sabe quanto foi roubado.

Os dois assaltos remeteu imediatamente ao ocorrido na fatídica madrugada de 24 de julho último, quando uma quadrilha de 10 homens tentaram assaltar a agência do Banco do Brasil em Chapada dos Guimarães. Nesse caso, a Polícia agiu rápido, trocou tiros com os marginais e cinco deles acabaram morrendo e seus corpos praticamente expostos ao conhecimento público. No entanto, a forma de intimidação parece não ter dado resultados. Pouco mais de uma semana depois, bandidos voltaram a agir contra as agências bancárias, atrás do dinheiro fácil.

Em Lucas do Rio Verde, a família de um gerente, cujo nome não foi revelado, foi feito refém. Na noite de segunda-feira, numa modalidade já conhecida, os criminosos renderam ele, a esposa de 34, e dois filhos (uma menina de 4 anos e um garoto de 2 anos) quando deixavam uma festa. Os criminosos determinaram que eles não desmonstrassem nenhuma reação. Na sequência a família foi colocada no Cross Fox do gerente adminstrativo junto com um assaltante. O carro das vítimas foi seguido por pelo menos outros dois veículos (possivelmente uma Parati de cor verde ou azul e um Gol, de cor preta). Todos foram para casa da família onde passaram à noite.

Por volta de 5h40 da madrugada o gerente - juntamente com um criminoso - se deslocou até a agência. A esposa do gerente e os filhos foram levados pelos criminosos para a saída da cidade. Os bandidos não realizaram assalto, já que a pessoa seqüestrada não detinha informações para abertura do cofre. Após mais de 20 minutos na agência um assaltante deixou o local sem ferir o gerente e sem levar dinheiro, segundo o tenente coronel Celso Henrique Souza Barboza, do CPA de Sorriso.

As polícias realizavam rondas e localizaram a família dele nas imediações de uma empresa da Sadia, na saída da cidade. Apesar do susto, nenhum apresentava ferimentos. "Estamos trabalhando na tentativa de localizar algum dos criminosos, por isso montamos barreiras em áreas estratégicas" - disse o coronel. As polícias Civil e Militar realizaram cerco em frente ao estabelecimento, os criminosos acabaram se entregando no final da manhã.

Em Paranatinga, a tensão também foi ainda maior. Oito homens invadiram a agência e trocaram tiros com a PM e a Polícia Civil no momento em que deixavam a unidade. Um homem que estava nas imediações chegou a ser ferido com um disparo na perna e teve de ser encaminhado para um hospital da cidade. Os criminosos fugiram em dois carros, um Fiat Strada e um Golf, de cor prata.
Três pessoas, funcionários da agência, levadas como reféns na fuga de um grupo criminoso. Eles foram libertados posteriormente na estrada que liga Gaúcha do Norte a Paranatinga. Uma aeronave do Ciopaer, equipes do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil trabalharam para auxiliar nas buscas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)