Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/04/2006 22:17

Mais informações sobre barateamento de campanha

Agência Senado

O Senado aprovou nesta terça-feira (18) o Substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei do Senado n.º 275/2005, de autoria do senador Jorge Bornhausen (PLF-SC), que visa a reduzir gastos nas campanhas eleitorais, a aumentar a transparência nos financiamentos e na prestação de contas das despesas com campanhas eleitorais, além de aumentar as penalidades para quem desrespeitar a legislação. A matéria agora segue à sanção presidencial.

O relator do projeto, senador José Jorge (PFL-PE), suprimiu algumas emendas aprovadas no Substitutivo apresentado pela Câmara e restabeleceu partes do texto que havia sido aprovado em decisão terminativa da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado em 18 de agosto de 2005. À época, a intenção dos senadores era de que as novas regras já vigorassem nas próximas eleições. Para tanto, a Câmara deveria ter aprovado a matéria no prazo limite estabelecido pela Justiça Eleitoral - 30 de setembro de 2005, o que não ocorreu.

Também foram aprovados dois destaques apresentados pelo senador Aloizio Mercadantes (PT-SP). O primeiro restabelece a proibição de gravações externas aos estúdios de rádio e televisão, retirada pela Câmara. O outro, mantém a proibição ao uso de outdoors aprovado no Substitutivo da Câmara e retirada no parecer de José Jorge.

Principais alterações aprovadas pelo Congresso à Lei n.º 9.504, que estabelece normas para as eleições:

Radiodifusão - Os programas de rádio e televisão, incluindo as inserções no horário de propaganda eleitoral gratuita, serão restritos à gravação do candidato e dos filiados ao seu partido em estúdio, sendo vedadas gravações externas, montagens ou trucagens, computação gráfica, desenhos animados, efeitos especiais e conversão para vídeo de imagens gravadas em películas cinematográficas.

Limites de gastos de campanha - Lei deverá fixar o limite dos gastos de campanha para os cargos em disputa, não sendo editada lei, caberá aos partidos políticos fixar esse limite e comunicar à Justiça Eleitoral. No pedido de registro dos candidatos, os partidos devem comunicar aos respectivos Tribunais Eleitorais os valores máximos de gastos por cargo eletivo, dentro dos limites pré-estabelecidos, em cada eleição.

Responsabilização pela veracidade das informações financeiras e contábeis dos gastos de campanha - a pessoa ou a administração financeira designada pelo candidato passa a ter, junto com o candidato, responsabilidade sobre as informações. Até então, o candidato era o único responsável.

Cláudia Fernandes / Repórter da Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)