Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/03/2006 07:49

Mais de um milhão de mulheres abortam por ano

Agência do Rádio

No Brasil, muitas mulheres se sentem despreparadas para assumir a maternidade e por isso decidem fazer um aborto. Segundo estimativa da Organização Mundial de Saúde, OMS, 31% das mulheres que engravidam acabam abortando. Por ano 1,4 milhão decidem abortar ou têm uma gravidez insegura. Isso corresponde a 3,7 abortos para cada 100 mulheres, que têm entre 15 e 49 anos. Os números não incluem aos abortos feitos por razões médicas e legais, quando a gravidez é resultado de abuso sexual ou coloca em risco a saúde da mulher. A diretora do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas do Ministério da Saúde, Cristina Boaretto, diz que grande parte das internações decorrem de tentativas de aborto.

"O aborto no Brasil é previsto legalmente somente em duas situações. Quando a mãe corre risco de vida ou quando a mulher foi vítima de estupro. Nessas duas situações são realizados em torno de 1,6 mil abortos por ano. O SUS atende mulheres que recorreram ao abortamento de uma forma ou de outra, na maioria das vezes mulheres mais pobres, que não têm condições de pagar um aborto clandestinamente. Então a gente tem um volume de internações desse aborto, que foi realizado em condições inseguras e que de alguma maneira teve complicações e que foi parar no serviço de saúde público. Esse número de internações chega em torno de 260 mil por ano."

Muitas mulheres procuram clínicas clandestinas para realizar o aborto. Mas, os riscos de vida e de infecções são grandes. Existem vários métodos ofere cidos pela rede pública de saúde para evitar a gravidez. Procure um posto de saúde e se informe.

De Brasília, Kelly Beltrão

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)