Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/12/2004 07:08

Mais brasileiros deportados dos EUA chegam na segunda

Arthur Braga/ABr

São Paulo - O senador Marcelo Crivela (PL-RJ) informou que, na próxima segunda-feira (13), outros 60 imigrantes brasileiros que estão presos após tentarem entrar ilegalmente nos Estados Unidos voltam ao Brasil. O parlamentar está nos EUA desde o dia 25 de novembro negociando com a repatriação de cidadãos brasileiros com as autoridades do Serviço de Imigração estadunidense. De acordo com o senador, somente neste ano cerca de 8,8 mil brasileiros foram presos ao tentarem atravessar a fronteira do México com os Estados Unidos.

Um levantamento feito pelo Senado Federal por meio da Subcomissão Permanente de Proteção aos Brasileiros no Exterior estima que 600 pessoas estão detidas em prisões americanas aguardando deportação. A maioria dos brasileiros foi presa na região de Laredo, estado do Texas.

Crivella explica que os brasileiros que arriscam a sorte levam do Brasil entre US$ 5 mil e US$ 7 mil e o "sonho de uma vida melhor". Presas fáceis, costumam ser alvo dos coiotes (agentes que prometem, em troca de dinheiro, fazer a travessia ilegal na fronteira). As tentativas de entrar nos Estados Unidos normalmente são feitas a partir dos estados do Texas, Arizona e Califórnia.

De acordo com o senador, o sofrimento desses imigrantes aumenta depois da prisão. Os brasileiros costumam ser levados para um centro de identificação e passam de três a quatro dias sem tomar banho. Dormem no chão, passam frio, fome e sede. "É assim que os americanos quebram a intenção de entrar no país", diz.

O trabalho de repatriação dos brasileiros exige tempo. É necessária uma ordem de deportação que deve ser dada por um juiz local. Expedida a autorização, é preciso contatar um consulado brasileiro nos Estados Unidos para a emissão do documento que autoriza o regresso. Esse documento leva cerca de 15 dias para ficar pronto. Quanto aos passaportes, normalmente são tomados pelos coiotes que tentam fazer dinheiro vendendo os documentos.

Nesta segunda-feira (06), um grupo de 64 brasileiros deportados chegou ao país desembarcando no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica. Eles saíram de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Goiás, Rondônia, Santa Catarina e Bahia.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)