Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/08/2005 08:31

Maior área grilada do Brasil decretada indisponível

Adriana Franzin - Agência Brasil

A Justiça Federal em Santarém (PA) decretou hoje (12) a indisponibilidade da fazenda Curuá, conhecida como a Terra do Meio, com quase 5 milhões de hectares e considerada a maior área grilada do Brasil.

A decisão atende a ação ajuizada pelo Ministério Público Federal em novembro de 2004, depois da criação da Reserva Extrativista do Riozinho do Anfrísio. A Procuradoria da República comprovou que os limites da fazenda incidem sobre metade da área da Reserva. A apropriação envolve também a Floresta Nacional de Altamira, as terras indígenas Xypaia, Curuaya e Baú, e a gleba onde estão os projetos Nova Fronteira e Santa Júlia, de assentamento do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

Com a decisão proferida pelo juiz Fabiano Verli, a empresa Incenxil, do grupo CR Almeida, interessada na posse da terra, fica impedida de negociar ou pedir indenizações por desapropriação. Na ação, o MPF defende que a desapropriação geraria prejuízo aos cofres públicos e admitiria a cobrança de ressarcimentos por uma área que já pertence à União.

A determinação judicial exige também que a Polícia Militar não beneficie de qualquer forma a Incenxil – em resposta à denúncia de que policiais faziam a segurança da fazenda – e que sejam retirados da região os prepostos do empresário reivindicador da propriedade, Cecílio Rego de Almeida. Esse pedido, de acordo com o Incra e o MPF, é uma tentativa de grilar a área com títulos falsos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)