Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/08/2010 13:35

Mãe de Eliza Samudio vai a julgamento apesar de ameaças

Campo Grande News/ Jorge Almoas

A mãe de Eliza Samudio, Sonia de Fátima Moura, de 44 anos, confirmou ao advogado criminal que a representa na Justiça de Minas Gerais que vai participar das audiências do processo movido contra o ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, mesmo tendo recebido ameaças de morte por telefone.

José Arteiro Cavalcante Lima, advogado que cuida do caso na justiça mineira, contou ao Campo Grande News que as ameaças não são sérias, mas que deixaram Sônia nervosa e forçaram-na a não participar da audiência realizada na última quinta-feira no Rio de Janeiro.

“Não há com o que se preocupar com essas ligações, porque sabemos que ela [Sônia] está lidando com gente muito perigosa. Mas ele me garantiu ontem que vai às audiências, por acreditar que a presença da mãe é indispensável nessa situação”, explicou José Arteiro.

Sônia de Fátima mora atualmente em uma chácara no distrito de Anhanduí, a cerca de 50 quilômetros de Campo Grande, com o neto Bruninho, que seria filho de Eliza com o ex-goleiro Bruno. A reportagem tentou contato pelo telefone celular, mas Sônia não atendeu.

Morte – O processo de acusação contra Bruno Fernandes corre paralelamente em Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Em ambos os Estados, o ex-goleiro é acusado de sequestro, cárcere privado e espancamento, porém, somente em Minas Gerais são acrescentadas as acusações de homicídio e ocultação de cadáver.

Além dele, o amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão, também é acusado de participação na morte de Eliza Samudio.

José Arteiro confirmou que as audiências para ouvir testemunhas de acusação e defesa serão realizadas em Minas Gerais no mês de setembro. “Vamos ouvir todo mundo de uma só vez. A condenação é quase certa”, disse o advogado.

Eliza Samudio desapareceu no mês de julho. Denúncias levaram a polícia até o sítio do goleiro em Esmeraldas (MG), onde a jovem teria sido espancada e morta. Um adolescente descreveu o crime, citando que Eliza foi espancada, morto por estrangulamento, teve o corpo esquartejado e jogado aos cães.

O corpo de Eliza Samudio não foi encontrado.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)