Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/03/2008 19:57

Madeira: PF prende servidores do Ibama por venda ilegal

Luana Lourenço /ABr

Brasília - A Polícia Federal prendeu hoje (12) seis funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de Lorena (interior de São Paulo) acusados de extração e comércio ilegal de madeira da Floresta Nacional de Lorena, área federal de conservação da região do Vale do Paraíba.


Batizada de Operação Pinóquio, a ação da PF teve apoio do Ministério Público Federal (MPF) em Guaratinguetá, que denunciou o esquema em 2006. De acordo com o MPF, os servidores do Ibama, inclusive o chefe da unidade, vendiam mudas de plantas com registro do órgão sem o recolhimento de taxa federal (o valor era apropriado pelos servidores), além da venda ilegal de anilhas de pássaros silvestres.

As autoridades investigam ainda denúncias de maus tratos a animais e o desaparecimento de espécimes da fauna sob custódia do Ibama.

Após quebra de sigilo telefônico dos servidores suspeitos, a PF constatou a extração de grandes quantidades de madeira da reserva, apesar da inexistência de um plano de manejo sustentável para a unidade. De acordo com o MPF, a madeira era vendida a serralherias e outras empresas da região.

A ação de hoje cumpriu mandados de prisão temporários. Os acusados deverão ficar presos por pelo menos 15 dias. Segundo o MPF, o objetivo da prisão preventiva é assegurar que os envolvidos não irão dificultar a apuração dos crimes.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)