Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/12/2005 09:35

Lula: ''sou contra a pena de morte "

Cecília Jorge/ABr

"Sou contra a pena de morte na vida política e na vida normal". A frase do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante entrevista coletiva a emissoras de rádio, foi proferida em defesa do deputado cassado e ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu. Lula, que já havia saído em defesa de Dirceu, voltou a defender que julgamentos só ocorram após a conclusão das investigações.

No entendimento do presidente, até agora, não existem provas de irregularidades cometidas pelo ex-presidente do Partido dos Trabalhadores (PT). "Quando você mancha o nome de uma pessoa depois você não reconstrói mais", afirmou. "Eu defendo que haja apuração, investigação. Agora eu sou contra a pena de morte na vida política e na vida normal".

Lula também afirmou que, caso concorra à reeleição, Dirceu subirá em seu palanque. "Eu levaria (Dirceu) para o palanque até porque ele foi cassado e não foi provado nada contra ele".

Dirceu foi cassado no dia 30 de novembro. O processo disciplinar movido na Câmara dos Deputados a partir de representação do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) acusava o ex-ministro da Casa Civil de ser o coordenador de um esquema de pagamento irregular a deputados para que votassem a favor de projetos de interesse do governo, o chamado "mensalão".

Para o presidente, afirmar que as autoridades têm que saber de tudo que ocorre no território nacional é uma simplificação. "Quantas mães de famílias, quantos pais de família têm um filho dentro de casa que está praticando algum delito, que está usando droga e não sabe. Só fica sabendo quando a polícia prende, quando acontece alguma desgraça", comparou.

Lula, no entanto, destacou que o desconhecimento não tira a responsabilidade das autoridades. Segundo ele, diante de uma irregularidade é preciso tomar providências. "O que não pode é abrir mão da responsabilidade. A responsabilidade é minha, é de qualquer ministro".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)