Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/02/2006 15:55

Luizinho tem o apoio do senador Delcídio do Amaral

Aline Avancine
Cassilândia NewsCassilândia News

O deputado estadual Luizinho Tenório (PL) esteve reunido com o senador Delcídio do Amaral (PT), na semana passada, para tratar, dentre outras questões, da liberação de recursos para a finalização das obras da ponte rodoferroviária, entre os municípios de Aparecida do Taboado, em Mato Grosso do Sul, e Rubinéia, no Estado de São Paulo. Segundo Luizinho, “o senador manifestou todo apoio, comprometendo-se a trabalhar em prol da liberação de mais recursos para a ponte”.
A obra na ponte rodoferroviária foi retomada no dia 12 de janeiro deste ano, com a liberação pelo Ministério dos Transportes de R$ 2,7 milhões. No entanto, para que os trabalhos de manutenção e o projeto da obra sejam concluídos ainda falta a liberação de mais R$ 20 milhões. O deputado, que esteve no local para acompanhar os trabalhos, foi um dos principais responsáveis pelos recursos destinados, tendo como bandeira em seu mandato a recuperação da ponte rodoferroviária.
Para Luizinho, o apoio de Delcídio será de fundamental importância para a conclusão da obra. “Precisamos terminar este projeto, o maior do gênero no mundo. Falta tão pouco se comparado com o que já foi gasto. Na questão está em jogo o escoamento da produção da região do Bolsão e dos demais municípios do Estado”, observou.
A obra de recuperação emergencial da ponte tem término previsto para junho deste ano e é executada sob a responsabilidade do 10º Batalhão de Construção e Engenharia do Exército Brasileiro, sediado em Lages (Santa Catarina). Um pequeno destacamento, composto de 40 integrantes com dois oficiais e 38 praças, amparados por equipamentos de última geração, empenha-se n a solução de problemas emergenciais, tais como: recapeamento das pistas de rodagem, manutenção das juntas de neoprene e metálicas, pintura das barreiras de concreto e dos balaústres metálicos, troca e contraventamento de dormentes, eliminação de cupins das proteções de madeira do canal de navegação fluvial e restauração da iluminação.
A ponte foi iniciada pela Ferronorte e concluída pelo Governo do Estado de São Paulo com recursos da União. No entanto, o convênio entre a União e o Governo de São Paulo terminou em dezembro de 1999. A obra, que custou cerca de R$ 586,3 milhões, ficou, desde então, sem manutenção e acabou não concluída.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)