Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/06/2005 10:19

Luizinho apurou que burocracia emperra Ponte

Aline Avancini

O início dos trabalhos de manutenção e finalização das obras da ponte rodoferroviária, entre Aparecida do Taboado (Mato Grosso do Sul) e Rubinéia (São Paulo), está dependendo da assinatura de um convênio entre o Governo do Estado de São Paulo e o Ministério dos Transportes. O deputado Luizinho Tenório (PL) – uma das principais figuras políticas que garantiu a liberação da verba de R$ 10 milhões para a finalização dos trabalhos – recebeu informação de que o governo de São Paulo ainda não repassou os documentos exigidos para a montagem do processo e posterior assinatura do convênio.

A obra da ponte foi iniciada pela Ferronorte e concluída pelo governo do Estado de São Paulo com recursos do governo federal. Mas o convênio entre a União e o Governo do Estado de São Paulo expirou em dezembro de 1999, e a obra ficou sem dono e abandonada.
Começou aí a decadência de uma obra que custou R$ 586,3 milhões. A fiação da rede de iluminação instalada para a inauguração de uma das principais obras entregue no governo de Fernando Henrique Cardoso em maio de 1998 foi roubada, as hastes dos postes estão caindo e as ferragens já se desprendem.

A ponte rodoferroviária, é considerada a maior do gênero no mundo. São cerca de quatro mil metros sendo que na parte superior, são quatro pistas para veículos e na parte inferior foram construídos trilhos de trens da ferronorte que já está implantada e funcionando até a cidade de Alto Araguaia-MT e será estendida até Cuiabá. Segundo dados da Brasil Ferrovias S.A cerca de 80% da soja que chega ao porto de Santos passam pela ponte isso equivale a 20% do total nacional de exportações de soja.
Convênio
Logo após a organização desses documentos, o convênio será assinado e a verba liberada para a retomada das obras que concluirão os trabalhos na Ponte Rodoferroviária. O convênio, segundo Luizinho, será no valor de R$ 10 milhões.
O engenheiro do DNIT de Brasília, Luiz Fernando, garantiu que, aproximadamente 15 dias após a assinatura desse convênio, a verba estará liberada para o início dos trabalhos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)