Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

30/06/2005 10:19

Luizinho apurou que burocracia emperra Ponte

Aline Avancini

O início dos trabalhos de manutenção e finalização das obras da ponte rodoferroviária, entre Aparecida do Taboado (Mato Grosso do Sul) e Rubinéia (São Paulo), está dependendo da assinatura de um convênio entre o Governo do Estado de São Paulo e o Ministério dos Transportes. O deputado Luizinho Tenório (PL) – uma das principais figuras políticas que garantiu a liberação da verba de R$ 10 milhões para a finalização dos trabalhos – recebeu informação de que o governo de São Paulo ainda não repassou os documentos exigidos para a montagem do processo e posterior assinatura do convênio.

A obra da ponte foi iniciada pela Ferronorte e concluída pelo governo do Estado de São Paulo com recursos do governo federal. Mas o convênio entre a União e o Governo do Estado de São Paulo expirou em dezembro de 1999, e a obra ficou sem dono e abandonada.
Começou aí a decadência de uma obra que custou R$ 586,3 milhões. A fiação da rede de iluminação instalada para a inauguração de uma das principais obras entregue no governo de Fernando Henrique Cardoso em maio de 1998 foi roubada, as hastes dos postes estão caindo e as ferragens já se desprendem.

A ponte rodoferroviária, é considerada a maior do gênero no mundo. São cerca de quatro mil metros sendo que na parte superior, são quatro pistas para veículos e na parte inferior foram construídos trilhos de trens da ferronorte que já está implantada e funcionando até a cidade de Alto Araguaia-MT e será estendida até Cuiabá. Segundo dados da Brasil Ferrovias S.A cerca de 80% da soja que chega ao porto de Santos passam pela ponte isso equivale a 20% do total nacional de exportações de soja.
Convênio
Logo após a organização desses documentos, o convênio será assinado e a verba liberada para a retomada das obras que concluirão os trabalhos na Ponte Rodoferroviária. O convênio, segundo Luizinho, será no valor de R$ 10 milhões.
O engenheiro do DNIT de Brasília, Luiz Fernando, garantiu que, aproximadamente 15 dias após a assinatura desse convênio, a verba estará liberada para o início dos trabalhos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)