Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/02/2005 14:25

Lucro do BB foi 27% maior que em 2003, diz dirigente

Saulo Moreno/ABr

O Banco do Brasil registrou em 2004 um lucro líquido de R$ 3 bilhões, valor 27% maior que em 2003. O balanço com os números consolidados sobre o exercício passado foi apresentado nesta segunda-feira, na sede da instituição, em Brasília, pela diretoria do BB, tendo à frente o presidente interino Rossano Maranhão Pinto. A principal contribuição para o resultado veio do crescimento de 14,1% da carteira de crédito, que consolidou a liderança do banco na operação em todo o país, com uma participação de 18,3% no mercado.

No total, o Banco do Brasil concedeu R$ 88,6 bilhões de créditos em todo o país, tendo também como fortalecimento nessas operações uma sensível melhoria no gerenciamento de risco. Enquanto a média do Sistema Financeiro Nacional para o retorno dessas operações foi de 89,6%, no BB o índice chegou à casa dos 92,1%. Os créditos para Pessoa Física aumentaram em 21,7% (total de R$ 16 bilhões) e, para Pessoa Jurídica, 18,9% (R$ 33,4 bilhões).

Para o presidente Rossano Maranhão, os resultados colocam o Banco do Brasil em posição de destaque na retomada do crescimento econômico brasileiro. "Não só do ponto de vista de capital de giro, mas como também pelas operações de investimento, ele foi, é e continuará sendo fundamental para o processo de crescimento do país. Tanto o desenvolvimento econômico, quanto o social", avaliou.

De acordo com o balanço, também cresceram os créditos para as micro e pequenas empresas, que fizeram contratos em 2004 na ordem de R$ 17,2 bilhões, 30,3% a mais que no ano passado. Já os financiamentos para o agronegócio brasileiro foram de R$ 30 bilhões, volume 12,2% maior, tendo as operações com Cédulas de Produto Rural (CPR) registrado crescimento de 268%, com um número total de 62,4 mil contratos em 2004. Em relação às captações, ao todo as operações de depósitos à vista, a prazo, de poupança, interfinanceiros e no mercado aberto, as movimentações chegaram aos R$ 160,1 bilhões, volume 6,7% maior do que em 2003.

Somando-se os correntistas, poupadores e beneficiários do INSS, houve crescimento de 18,1% do volume de clientes do Banco do Brasil, um total de 29,9 milhões de brasileiros, o maior entre todas as instituições financeiras no país. Para Rossano Maranhão, esses números reforçam a estratégia e o foco do BB, voltada para os mercados Varejo, Atacado e Governo. "A nossa visão é de longo prazo e muito mais focada no relacionamento com a base de clientes", conclui o presidente interino.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)