Cassilândia, Domingo, 24 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

15/04/2017 09:20

Lojas são saqueadas em meio a protestos

Agência Brasil

 

Pelo menos 15 lojas foram saqueadas durante a noite de ontem e a madrugada de ontem (14) no estado venezuelano de Miranda, informou o governador, o opositor Henrique Capriles, dois dias depois que outras 14 lojas foram atacadas na região.

Capriles assegurou que padarias, sapatarias, lojas de bebidas, uma fábrica e pequenos estabelecimentos foram saqueados por "um grupo orquestrado, promovido pelo governo, sem possibilidade de reação".

O governador disse que estes "atos de vandalismo foram gravados", aconteceram a poucos metros de onde estavam dezenas de agentes da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, Polícia Militar) que "não fizeram nada", e buscam desvirtuar os protestos antigovernamentais dos últimos dias, afirmou.

O opositor disse ainda que os saques, bem como as "atuações repressivas e selvagens", são "ordenados diretamente" pelo ministro de Interior e Justiça, Néstor Reverol, que já acusou Capriles publicamente de promover "atos terroristas", em alusão à violência registrada durante os recentes protestos.

Lojas sofrem prejuízos

"O instável Reverol será acusado em instâncias internacionais e já é investigado pela DEA (Agência de Repressão e Controle de Narcóticos dos Estados Unidos) por vínculos com o narcotráfico", afirmou o governador.

Na terça-feira passada, pelo menos 14 lojas foram atacadas na cidade venezuelana de Guarenas, depois que um grupo de pessoas invadiu um shopping da região e saqueou os estabelecimentos.

Os protestos antigovernamentais na Venezuela, que pedem eleições e a remoção de sete magistrados do Tribunal Supremo a quem acusam de ter dado um "golpe de Estado", completaram duas semanas e deixaram pelo menos seis mortos, 100 detidos e centenas de feridos, segundo balanço da oposição.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 24 de Setembro de 2017
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)