Cassilândia, Domingo, 30 de Abril de 2017

Últimas Notícias

21/07/2011 16:25

Língua Portuguesa, inculta e bela, por Alcides Silva

Alcides Silva

Anfitrião
Na atualidade anfitrião é aquele que sabe receber alguém: geralmente uma pessoa de boas maneiras, um gentleman. Nos esportes, time anfitrião (equipe anfitriã) é quem recepciona a esquadra visitante, embora ocorram, vez por outra, pancadarias homéricas contra os visitantes durante competições esportivas.
A palavra tem origem remota na cultura greco-romana e, por via de regra, em seu fecundo fabulário religioso.
Amphitry, (Anfitrião) filho de Alceu, rei de Tirinto, era casado com uma filha do rei Eléction, de Micenas, a belíssima Alcmena, por quem nutria verdadeira devoção. Tanto que se pôs em cruenta e demorada expedição guerreira para vingar seus cunhados, mortos pelos filhos do rei da ilha de Tafos. A vitória foi avassaladora.
Durante sua ausência, porém, Zeus, rei dos deuses e dos homens, disfarçado de Anfitrião, visitou Alcmena, com quem teve um encontro de amor, que durou três dias. Ao se despedir, ofereceu-lhe um grande e especial banquete, como se fosse o verdadeiro dono da casa.
Regressando da guerra e sabendo do que acontecera em sua ausência, louco de ciúme, Anfitrião quis lavar sua honra, matando a esposa, Inocente e culpada ao mesmo tempo, Alcmena pediu-lhe piedade, mas o marido, furioso, arrastou-a à praça pública, amarrando-a em uma enorme pira e ateou fogo. Vendo o mal que causara, Zeus fez chover fortemente, apagando a fogueira.
Anfitrião entendeu o aviso divino e perdoou a mulher que, meses depois, deu a luz dois filhos gêmeos: Hércules, filho de Zeus, e Íficles, filho de Anfitrião, que reconheceu a ambos. Hércules é o mais célebre dos heróis da mitologia grega, um semideus, o símbolo do homem em luta contra as forças da natureza.
De acordo com a mitologia romana, os fatos ocorreram com Júpiter, o deus supremo, senhor das chuvas, das tempestades, dos raios e dos trovões.
Dois séculos antes de Cristo, Plauto, inspirou-se nessa lenda para escrever a comédia “Amphitruo”, dando às honras da conquista amorosa a Júpiter, o poderoso deus dos romanos.
Camões, o maior épico da língua portuguesa, utilizou-se do tema de Plauto, quando estudante, em “Comedia dos Enfatriões”, que tomou forma de livro em 1615.
Molière (Jean-Baptiste Poquelin), o grande dramaturgo francês do século XVII, com base no texto romano e, talvez, até no camoniano, recriou a trama em 1668, dando-lhe o nome de Amphitrion. No ato III, cena V, dessa peça teatral, Molière pôs na boca de Mercúrio, companheiro das fanfarronadas de Júpiter e que se fazia passar por Sósia, escudeiro do príncipe traído, a seguinte fala: “... cet mot termine / touter d’irrésolution; / le véritable Anphitryon / est l’Anphitryon où l’on dine” (em tradução livre: “... esta palavra põe fim a toda incerteza: o verdadeiro Anfitrião é o Anfitrião onde se janta”).
Em virtude dessa fala, o nome do príncipe perdeu-se na significação de substantivo próprio e popularizou-se com o sentido de aquele que dá um banquete ou uma festa, e, por extensão, aquele que recebe bem os convidados. E o de seu criado Sósia passou a ser representado com o significado de ‘pessoa muito parecida com outra’, em alusão a Mercúrio, que copiara as feições do escudeiro de Anfitrião. Tudo para dar foro de verdade ao embuste montado pelo façanhudo e peralta deus romano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)