Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

06/04/2006 14:37

Língua portuguesa, inculta e bela, por Alcides Silva

Alcides Silva

O uso irregular do gerúndio

Está se tornando muito freqüente - talvez influência da sintaxe inglesa – o emprego do gerúndio para expressar aspecto de ação futura: “A escola vai estar realizando uma reunião de pais” – “Na quinta-feira a polícia vai estar fazendo uma blitz na rodovia” - “A cidade vai estar comemorando mais um aniversário” – “Vou estar revendo meus conceitos”.
Se na linguagem oral esses “vai estar” ou “vou estar” ainda poderiam ser tolerados – até porque na fala, a liberdade sintática é conseqüência da naturalidade -, na linguagem escrita essas construções não devem ser admitidas.
O verbo estar, seguido de gerúndio, expressa uma ação que se prolonga por algum tempo: “Está fazendo forte calor”; o verbo ir, se acompanhado de gerúndio, exprime uma ação de retirada ou de saída, também de caráter durativo: “Já é tarde e eu vou chegando”. Em ambas as situações, o tempo da ação é o do presente. Isso porque o gerúndio sempre apresenta um processo verbal em curso, em andamento, simultâneo, que está acontecendo ou aconteceu imediatamente antes da ação indicada na oração principal: “Abrindo as janelas, respirei o ar puro da manhã”.
É sabido que o gerúndio é a forma nominal do verbo usada para exprimir uma circunstância ou formar, quando conjugada com os auxiliares andar e estar, verbos freqüentativos, ou para expressar a ação incoativa de um verbo (começo, princípio), quando estiver junto dos auxiliares ir e vir.
Nos exemplos apresentados na abertura deste comentário, o emprego do gerúndio é irregular porque a ação verbal está a ser realizada, no futuro e o uso do gerúndio é impróprio quando houver distância entre o tempo da ação por ele expressada e o da ação do verbo principal.
É aí que está a influência da língua inglesa. O tal do tempo “present continuous” do falar americano, quando reflete ações já planejadas: “They are moving next week” = Eles estão se mudando na próxima semana. Que, aliás, nada mais é que o nosso futuro simples: Eles estarão se mudando... (ação simultânea).
O bom uso do gerúndio
O prof. Agostinho Dias Carneiro, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, publicou pela Editora Moderna, do Rio, um livro-guia muito bom: “Redação em construção”. E lá ele mostra que o bom emprego do gerúndio traz significados distintos:
1- Gerúndio modal: “Chegou cantando”.
2- Gerúndio temporal: Indica contemporaneidade entre a ação expressa pelo verbo principal e o gerúndio: “Vi o João passeando”.
3- Gerúndio durativo: “Ficou escrevendo sua redação”.
4- Gerúndio cuja ação é imediatamente anterior à do verbo principal: “Levantando o peso, deixou-o cair sobre o pé”.
5- Gerúndio condicional: “Tendo sido publicada a lei, obedeça-se”.
6- Gerúndio causal: “Conhecendo sua maneira de agir, não acreditei no que me disseram”.
7- Gerúndio concessivo: “Mesmo nevando muito, iria à festa”.
8- Gerúndio explicativo: “Vendo que o leme não funcionava, o comandante chamou o mecânico”.
Como regra geral, o prof. Agostinho Dias Carneiro sintetiza: “O gerúndio está bem empregado quando”:
- há predominância do caráter verbal ou adverbial;
- o caráter durativo da ação está claro; e.
- a ação expressa é coexistente ou imediatamente anterior à ação do verbo principal.”.
Pelo que se vê, os exemplos com que iniciei este comentário, por expressarem ações futuras, fogem dessa regra geral, constituindo-se todos, destarte, em uso irregular do gerúndio, ou gerundismo, assunto já tratado nesta coluna.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)