Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/02/2005 10:22

Líderes definem procedimentos para eleição na Câmara

Agência Câmara

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, e os líderes dos partidos definem nesta tarde os procedimentos para a eleição do novo presidente da Casa e os demais cargos da Mesa. Os partidos vão escolher os cargos que pretendem ocupar na Mesa, de acordo com o número de parlamentares da bancada; o horário de votação e a data de encerramento para inscrição de candidaturas.
A reunião está prevista para as 16 horas, na sala da presidência.

Votação
A sessão de votação está marcada para o dia 14 de fevereiro. A votação será feita de uma só vez, mas com duas cédulas e duas urnas. Para a presidência da Câmara, a eleição poderá ocorrer em dois turnos.
O secretário-geral da Mesa, Mozart Vianna de Paiva, lembra que grande parte do rito de votação já está definida pelo Regimento Interno da Casa e pela tradição.
Após abrir a sessão de votação, João Paulo deve passar a palavra a cada um dos cinco candidatos à Presidência da Casa.
O Regimento Interno determina que a votação seja secreta, mas há uma mobilização de deputados para mudar esse procedimento. Mozart Vianna explicou que não houve nenhum pedido oficial à Mesa para se alterar o Regimento nesse item, e acrescentou que essa hipótese somente seria possível se houvesse aceitação de todos os parlamentares, e não apenas dos líderes.
O presidente João Paulo afirma que, se houver um consenso absoluto na Casa, a votação para a Presidência poderá ser aberta. Ele acredita, no entanto, que será difícil obter consenso sobre o assunto.

Maioria absoluta
A sessão para a escolha do novo presidente só começa com o quorum de maioria absoluta dos integrantes da Casa, ou seja, quando pelo menos 257 do total de 513 deputados estiverem no plenário. A eleição do presidente em primeiro turno, porém, é definida por maioria absoluta dos votantes. Se, por exemplo, 500 deputados comparecerem à sessão do dia 14, vence quem reunir pelo menos 251 votos, o equivalente à metade mais um. Caso contrário, haverá um segundo turno com os dois candidatos mais votados.
A apuração dos votos ocorrerá em duas etapas. Apura-se primeiro os votos para presidente, que tomará posse de imediato, e depois os demais cargos da Mesa. Se ocorrer segundo turno para a Presidência, a nova votação e a contagem dos votos serão realizadas antes da apuração dos outros cargos.

Alterações nas bancadas
João Paulo também garantiu que a formação de novos blocos partidários na Câmara e o provável crescimento numérico de alguns partidos não terão impacto na composição da nova Mesa. "Para a eleição da Mesa já está decidido: é 15 de dezembro (referindo-se a data estabelecida para definição do tamanho de cada bancada). Então, mesmo que haja alterações nas bancadas, não afetarão o quadro decidido em 15 dezembro. Agora, para a formação das comissões e outros eventuais cargos, nós vamos decidir terça-feira com os líderes. Claro que vai ser uma outra data. Pode ser 15 de fevereiro, pode ser 16 de fevereiro. Aí sim, estas mudanças afetarão a distribuição dos novos cargos".
O presidente assinalou ainda que, em tese, mudança de partido às vésperas de eleição não é bom para o Parlamento. Ele não acredita que as alterações tenham o objetivo de prejudicar o candidato oficial do PT à presidência da Câmara, Luiz Eduardo Greenhalgh.

Chapa de candidatos
O presidente da Câmara afirmou que não é prudente o fechamento de chapa de candidatos para os cargos da Mesa. Segundo ele, é recomendável deixar cada deputado escolher o melhor candidato para cada posição.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)