Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

15/06/2004 09:52

Líder admite dificuldades para aprovar mínimo

Gabriela Guerreiro/ABr

De volta ao Congresso Nacional depois de 15 dias em recuperação de uma cirurgia na vesícula, o líder do Governo no Senado, Aloizio Mercadante (SP), admitiu que o governo vai enfrentar dificuldades na votação do salário mínimo. “Estamos trabalhando para ter coesão da base do governo. A nossa maioria é precária, mas tem que ser mantida em todas as votações relevantes”, afirmou.

Mercadante defende o “pacote social” proposto pelo senador Cristovam Buarque (PT-DF) para garantir o aumento do poder de compra do salário mínimo. Na avaliação do líder, as medidas na área social são prioridade para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante todo o seu mandato – e não estão vinculadas apenas à votação do mínimo. “A base no Senado está motivada para avançar em políticas sociais, mesmo com as dificuldades orçamentárias. Esta agenda social é agora, depois e sempre”, afirmou.

Hoje, ele participa da reunião com vários senadores da base aliada e o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, para discutir a possibilidade de inclusão do “pacote social” na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2005.

Vários senadores da base aliada, especialmente Cristovam Buarque (PT-DF) condicionam o voto favorável aos R$ 260 ao compromisso do governo de viabilizar, em curto prazo, as medidas previstas no pacote social – que variam desde a recuperação do mínimo a ações na área de educação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)