Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

26/05/2011 07:20

Libertadores: Santos vence Cerro Porteño (PAR) na primeira partida das semifinais

FPF

O Santos iniciou sua briga para ser mais uma vez finalista da Taça Libertadores da América nesta quarta-feira (25) no Pacaembu, diante do Cerro Porteño (PAR). O Peixe, com o Pacaembu cheio, venceu a equipe paraguaia por 1 a 0.

A primeira boa chance de partida foi em lance de bola parada do Cerro. Benítez tentou completar de cabeça, mas a bola foi para fora. O Peixe tentava penetrar na defesa do time paraguaio, apostando na velocidade e na habilidade de seus jogadores.

Neymar tirou dois defensores do Cerro ao partir com a bola do meio-campo, mas na hora de tocar para Elano, a defesa ficou com a bola. Os paraguaios conseguiam tocar a bola e se movimentar, anulando as investidas iniciais do Santos.

Aos 15, o Peixe teve boa chance quando Neymar lançou Léo de cara para o gol, mas Barreto chegou antes do lateral santista. Aos 20, Danilo cruzou a bola para a área e Neymar tentou o voleio, mas bateu longe do alcance do gol.

Zé Eduardo tentou o chute, mas a bola foi por cima da meta. Elano, aos 28, bateu falta e a bola bateu na parte de cima da rede de Barreto. A forte marcação do Cerro impedia que o Peixe chegasse com mais perigo à área e a bola parada virou arma do Peixe, com Elano arriscando mais uma vez, mas a bola bateu na barreira.

Pouco depois, Durval fez o passe para Danilo, mas Zé Eduardo tocou antes na bola e ela foi por cima da trave. O Cerro reagiu com chute de Julio dos Santos, que desviou na defesa e foi para fora. No escanteio seguinte, nova chance desperdiçada pelo time do Paraguai.

O Santos buscou a jogada pelas laterais e assim chegou ao gol. Neymar partiu pela esquerda pela bola e cruzou para área. Edu Dracena, do lado da trave, completou para as redes. O Cerro buscou a reação rápida, mas Rafael conseguiu evitar o empate.

Elano tentou arriscar de longe em cobrança de falta no começo do segundo tempo, com a bola indo por cima do gol. O Cerro mantinha a postura do primeiro tempo e também tentava criar jogadas de gol.

Os paraguaios chegaram com perigo aos dez minutos, mas Torres não conseguiu a conclusão e Rafael afastou o perigo. O Santos reagiu com Neymar, que tentou o cruzamento para Zé Eduardo, que não chegou na bola.

O ritmo de jogo não era tão intenso como no primeiro tempo, mas os dois times continuavam a se movimentar ofensivamente. Elano, pela direita, recebeu o passe e cruzou, mas ninguém chegou na bola. O Cerro buscava tocar a bola e criar alguma pressão, mas a defesa santista afastava as chances.

Barreiro e Fabbro trocaram passes na entrada da área, mas a zaga do Santos cortou a tentativa de ataque. Depois, Julio dos Santos tentou o chute da esquerda mas a bola foi por cima do gol.

Neymar chutou de fora da área e deu trabalho para Barreto. Elano, aos 30, tentou novamente com a bola parada o cruzamento para a área, mas o lance não surtiu efeito. O Santos buscava usar Neymar para passar pela defesa do Cerro, que fortemente marcava o jogador.

O jogo se aproximava do final e o Peixe buscava passar pela defesa paraguaia. O Cerro se arriscava mais ao ataque, com o time da casa se fechando para segurar o resultado. Maikon Leite, aos 43, bateu cruzado e trouxe perigo à meta de Barreto. Nos acréscimos, Neymar cruzou da linha de fundo e Alan Patrick, de cara para o gol, teve a chance de marcar o segundo, mas Barreto fez a defesa.

As duas equipes voltam a se enfrentar em Assunção no próximo dia 1/6. O Santos se classifica com o empate e o Cerro precisa vencer por dois gols para avançar para as finais.

SANTOS 1 x 0 CERRO PORTEÑO (PAR)

Local: Pacaembu, São Paulo
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Assistentes: Pablo Fandiño e William Casavieja (ambos do URU)

SANTOS
Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Arouca, Danilo, Adriano e Elano (Alan Patrick); Neymar e Zé Eduardo (Maikon Leite)
T: Muricy Ramalho

CERRO PORTEÑO (PAR)
Barreto; Pires, Uglesich, Pedro Benítez e César Benítez; Cáceres, Julio dos Santos, Villareal (Burgos) e Torres (Nuñez); Fabbro e Bareiro (Nanni)
T: Leonardo Astrada

Gol: Edu Dracena (SAN) aos 43 do primeiro tempo
CA: Arouca e Neymar (SAN); Villareal, Torres, Nanni e Cáceres (CPO)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)