Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/05/2011 07:20

Libertadores: Santos vence Cerro Porteño (PAR) na primeira partida das semifinais

FPF

O Santos iniciou sua briga para ser mais uma vez finalista da Taça Libertadores da América nesta quarta-feira (25) no Pacaembu, diante do Cerro Porteño (PAR). O Peixe, com o Pacaembu cheio, venceu a equipe paraguaia por 1 a 0.

A primeira boa chance de partida foi em lance de bola parada do Cerro. Benítez tentou completar de cabeça, mas a bola foi para fora. O Peixe tentava penetrar na defesa do time paraguaio, apostando na velocidade e na habilidade de seus jogadores.

Neymar tirou dois defensores do Cerro ao partir com a bola do meio-campo, mas na hora de tocar para Elano, a defesa ficou com a bola. Os paraguaios conseguiam tocar a bola e se movimentar, anulando as investidas iniciais do Santos.

Aos 15, o Peixe teve boa chance quando Neymar lançou Léo de cara para o gol, mas Barreto chegou antes do lateral santista. Aos 20, Danilo cruzou a bola para a área e Neymar tentou o voleio, mas bateu longe do alcance do gol.

Zé Eduardo tentou o chute, mas a bola foi por cima da meta. Elano, aos 28, bateu falta e a bola bateu na parte de cima da rede de Barreto. A forte marcação do Cerro impedia que o Peixe chegasse com mais perigo à área e a bola parada virou arma do Peixe, com Elano arriscando mais uma vez, mas a bola bateu na barreira.

Pouco depois, Durval fez o passe para Danilo, mas Zé Eduardo tocou antes na bola e ela foi por cima da trave. O Cerro reagiu com chute de Julio dos Santos, que desviou na defesa e foi para fora. No escanteio seguinte, nova chance desperdiçada pelo time do Paraguai.

O Santos buscou a jogada pelas laterais e assim chegou ao gol. Neymar partiu pela esquerda pela bola e cruzou para área. Edu Dracena, do lado da trave, completou para as redes. O Cerro buscou a reação rápida, mas Rafael conseguiu evitar o empate.

Elano tentou arriscar de longe em cobrança de falta no começo do segundo tempo, com a bola indo por cima do gol. O Cerro mantinha a postura do primeiro tempo e também tentava criar jogadas de gol.

Os paraguaios chegaram com perigo aos dez minutos, mas Torres não conseguiu a conclusão e Rafael afastou o perigo. O Santos reagiu com Neymar, que tentou o cruzamento para Zé Eduardo, que não chegou na bola.

O ritmo de jogo não era tão intenso como no primeiro tempo, mas os dois times continuavam a se movimentar ofensivamente. Elano, pela direita, recebeu o passe e cruzou, mas ninguém chegou na bola. O Cerro buscava tocar a bola e criar alguma pressão, mas a defesa santista afastava as chances.

Barreiro e Fabbro trocaram passes na entrada da área, mas a zaga do Santos cortou a tentativa de ataque. Depois, Julio dos Santos tentou o chute da esquerda mas a bola foi por cima do gol.

Neymar chutou de fora da área e deu trabalho para Barreto. Elano, aos 30, tentou novamente com a bola parada o cruzamento para a área, mas o lance não surtiu efeito. O Santos buscava usar Neymar para passar pela defesa do Cerro, que fortemente marcava o jogador.

O jogo se aproximava do final e o Peixe buscava passar pela defesa paraguaia. O Cerro se arriscava mais ao ataque, com o time da casa se fechando para segurar o resultado. Maikon Leite, aos 43, bateu cruzado e trouxe perigo à meta de Barreto. Nos acréscimos, Neymar cruzou da linha de fundo e Alan Patrick, de cara para o gol, teve a chance de marcar o segundo, mas Barreto fez a defesa.

As duas equipes voltam a se enfrentar em Assunção no próximo dia 1/6. O Santos se classifica com o empate e o Cerro precisa vencer por dois gols para avançar para as finais.

SANTOS 1 x 0 CERRO PORTEÑO (PAR)

Local: Pacaembu, São Paulo
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Assistentes: Pablo Fandiño e William Casavieja (ambos do URU)

SANTOS
Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Arouca, Danilo, Adriano e Elano (Alan Patrick); Neymar e Zé Eduardo (Maikon Leite)
T: Muricy Ramalho

CERRO PORTEÑO (PAR)
Barreto; Pires, Uglesich, Pedro Benítez e César Benítez; Cáceres, Julio dos Santos, Villareal (Burgos) e Torres (Nuñez); Fabbro e Bareiro (Nanni)
T: Leonardo Astrada

Gol: Edu Dracena (SAN) aos 43 do primeiro tempo
CA: Arouca e Neymar (SAN); Villareal, Torres, Nanni e Cáceres (CPO)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)