Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/08/2006 10:57

Leia - Língua portuguesa, inculta e bela!

Alcides Silva

Língua portuguesa, inculta e bela!
Alcides Silva
Concordância verbal
Os presos é (ou são?) quem manda na cadeia
Na terça-feira, 8 de agosto, o PCC – Primeiro Comando da Capital -, organização criminosa, intensificou os ataques em cidades do interior de São Paulo. A impressão que se tem é a de que Os presos são quem mandam na cadeia ou Quem manda na cadeia são os presos.
O verbo ser é de ligação e pode concordar com o sujeito ou com o predicativo do sujeito. Se um estiver no plural e o outro no singular, a concordância é com o plural. Resultado daqueles ataques: quatro suspeitos foram mortos. Esses dados são parte do relatório divulgado pela Polícia.

25% da receita de impostos vão (ou vai?) para o Ensino
Há uma noção básica, aprendida antes mesmo de se ir para a escola: o verbo deve concordar com o sujeito em pessoa e número: A primavera é a estação das flores. Os jogos começaram às quatro horas da tarde.
Quando, porém, se tratar da concordância do verbo com uma percentagem (forma paralela: porcentagem), algumas cautelas são necessárias:
1º- Sem especificador, isto é, sem nada que indique a que se refere a percentagem, o verbo concorda com esta: 1% votou – 2% votaram – 10% escolheram. (Observação: de 1,1% a 1,99%, o verbo permanece no singular).
2º- Com especificador, o verbo pode concordar com ele, especificador, ou com a percentagem. Minha preferência é pela concordância com o especificador, que é mais eufônica: 25% da receita de impostos vai para o Ensino – 40% do eleitorado está ainda indeciso – 100% da população quer o fim da violência – 25% dos impostos vão para o Ensino - 40% dos eleitores ainda estão indecisos – 100% dos moradores da cidade querem o fim da violência.
Especificador no singular, verbo no singular. Especificador no plural, verbo também no plural, essa é a regra geral.
3º- Quando o percentual é antecedido por um determinante, a concordância será feita com o determinante: Esses 25% da receita de impostos vão para o Ensino – A totalidade dos 25% dos impostos vai para o Ensino. Observação: A forma erudita percentagem (do latim per centum) é a que tem prevalecido na norma culta. Todavia, porcentagem, que é um brasileirismo com grande curso e de origem correta (por + cento + agem), está se firmando como variante popular.

Não se deve (ou devem?) cruzar os braços
A partícula se pode ser apassivadora, isto é, levar a frase para a voz passiva e nesse caso a ação verbal recai sobre o sujeito: Alugam-se casas (=casas são alugadas)- Consertam-se bicicletas (Bicicletas são consertadas) – Vendem-se ovos (Ovos são vendidos).
O se apassivador de Não se deve cruzar os braços dá à frase a equivalência “Os braços não devem ser cruzados) e pela regra, o verbo irá para o plural.
Há uma exceção complicativa: verbos como dever, costumar, pretender, poder (e semelhantes) mais um infinitivo (deve cruzar, costuma acontecer, pretende fazer, pode ser), podem ser considerados locuções verbais. Daí, está corretíssimo considerar-se que o sujeito de deve é a oração cruzar os braços: Cruzar os braços não se deve (=não é devido).
Posto isso, Não se deve cruzar os braços e Não se devem cruzar os braços são duas formas possíveis e aceitas na língua-padrão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)