Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/06/2006 10:47

Leia Amplavisão, por Manoel Afonso

Manoel Afonso

CONVENÇÕES. No Brasil elas não têm o charme e o brilho daquelas promovidas pelos americanos. Se não empolgam, pelo menos torna público solenemente a escolha dos nomes rumo às urnas.

O RESPEITO dos candidatos americanos pelo partido impressiona. Os pretendentes se digladiam, mas os perdedores respeitam os votos dos convencionais. O partido em primeiro lugar. No Brasil é diferente.

FIDELIDADE. Aqui é raridade. Se o político tem seus interesses prejudicados num partido, não tem dúvida: arruma outro para dele se servir. Não tem apego a ideologia partidária. Vale absolutamente tudo!

GAETA. O folclórico deputado de ternos coloridos e gabinete “meio estranho”, tinha algumas filosofias geniais. Uma delas: “ em política às vezes a gente perde ganhando, em outras, ganha-se perdendo.”

A PARTE final da tese cai como uma luva ao deputado Sérgio Assis. Mesmo perdendo, e Lula reeleito, tem chances de ser regiamente compensado com um cargo federal no Estado. O DENIT é um deles.

HERDEIROS. Dos 18.371 votos de Sergio Assis, 12 mil são da capital. Esse espólio eleitoral ligado a Igreja Católica, é cobiçado por Kemp e Teruel. Dependerão também das bênçãos de D. Vitório Pavanello.

REELEITO. Em 2.002 obteve l8.957 votos. Hoje Kemp garantiu a reeleição com a saída de SergioAssis da base católica. Ele acha que o PT e aliados poderão eleger 5 deputados estaduais e 3 federais.

PREVISÕES. Por conta da nova realidade, PDT e PL correm risco de redução das bancadas na Assembléia. Por trás do aparente otimismo dos deputados nas projeções, notei muita preocupação. E como!

AS RAZÕES. Os pedetistas ficaram órfãos em termos de coligação devido a postura dos outros partidos com a própria sobrevivência. Shimidt tenta minimizar a situação do partido, que não é nada boa.

LONDRES. Acostumado ao jogo da política, arrumou espaço no time de André na suplência de Marisa. O “chinês” é terrível em matéria de articulação e na hora certa tira sempre uma carta que resolve.

PROJEÇÃO. Neste período todos os deputados acham que tem chances de reeleição, mas essas previsões são frágeis. O quadro é outro desde que o PT resolveu deixar de ser barriga de aluguel para PDT e PL.

AS CONTAS. A diferença entre André e Delcídio na pesquisa da “Tendência” é de 29,5 pontos. Deduzindo os votos nulos, brancos e a abstenção, a vantagem de André superaria a casa dos 250 mil votos.

FUTURO. “A campanha começa agora”, diriam alguns. Mas essa eleição tem apenas dois candidatos de peso e só o fator Lula poderia influenciar, mas não a ponto de reverter a situação totalmente.

ZECA. Sua disposição para a guerra não é nem sombra daquela mostrada no passado.
O PT esconde, mas há uma guerra surda nos bastidores. Zeca teme o ostracismo e outras conseqüências de ficar fora do poder.

ANTONIO CRUZ. O discurso é aquele de sempre. Mas garantiu a reeleição e emplaca o fiel escudeiro Raimundo Nonato para a suplência de Egon. E assim vai viabilizando o projeto do Hospital Evangélico. Sacou?

CÂMARA. Waldir Neves muito bem nas pesquisas. Dagoberto idem. Mas há quem aposte que a última das oito vagas poderia cair no colo do PDT. Loester e Enelvo Felini
aparecem bem nas pesquisas.

MUITO POUCO. Embora seja o 4º colégio eleitoral (60 mil votos), Três Lagoas corre o risco de ter apenas Akira na Assembléia. Muitos candidatos de fora com esquema na cidade para aproveitar a situação.

BRONCAS dos pecuaristas: além do desvio das verbas indenizatórias do gado abatido e da fiscalização sanitária, veio escolha de AntonioRusso, (Frigorífico Independência), para suplência de Marisa.

OS PECUARISTAS apontam a ação do cartel dos frigoríficos como nociva aos interesses da classe. A entrada de Russo na política é tida como inoportuna sob todos os aspectos. Aguardem novos capítulos.

DÚVIDAS. Roberto Rodrigues preparou-se para o cargo e estava comprometido com a classe ruralista. Quanto ao seu sucessor, trata-se de burocrata com perfil desconhecido. Leo Brito (Famasul) está preocupado.

APLAUSOS. Finalmente os defensores públicos terão vencimentos compatíveis com o trabalho que realizam. A classe era vítima de preconceito do próprio sistema. Espera-se que continuem assim: “sem salto alto

BONDADES. O reajuste ao funcionalismo e a concessão de quase dois milhões de benefícios do Programa Segurança Alimentar, mostram a sede de Lula pela reeleição. A classe média pagará a conta.

ATÉ PARA SER CORRUPTO É PRECISO COMPETÊNCIA. (Bia Falcão)


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)