Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

30/06/2006 10:47

Leia Amplavisão, por Manoel Afonso

Manoel Afonso

CONVENÇÕES. No Brasil elas não têm o charme e o brilho daquelas promovidas pelos americanos. Se não empolgam, pelo menos torna público solenemente a escolha dos nomes rumo às urnas.

O RESPEITO dos candidatos americanos pelo partido impressiona. Os pretendentes se digladiam, mas os perdedores respeitam os votos dos convencionais. O partido em primeiro lugar. No Brasil é diferente.

FIDELIDADE. Aqui é raridade. Se o político tem seus interesses prejudicados num partido, não tem dúvida: arruma outro para dele se servir. Não tem apego a ideologia partidária. Vale absolutamente tudo!

GAETA. O folclórico deputado de ternos coloridos e gabinete “meio estranho”, tinha algumas filosofias geniais. Uma delas: “ em política às vezes a gente perde ganhando, em outras, ganha-se perdendo.”

A PARTE final da tese cai como uma luva ao deputado Sérgio Assis. Mesmo perdendo, e Lula reeleito, tem chances de ser regiamente compensado com um cargo federal no Estado. O DENIT é um deles.

HERDEIROS. Dos 18.371 votos de Sergio Assis, 12 mil são da capital. Esse espólio eleitoral ligado a Igreja Católica, é cobiçado por Kemp e Teruel. Dependerão também das bênçãos de D. Vitório Pavanello.

REELEITO. Em 2.002 obteve l8.957 votos. Hoje Kemp garantiu a reeleição com a saída de SergioAssis da base católica. Ele acha que o PT e aliados poderão eleger 5 deputados estaduais e 3 federais.

PREVISÕES. Por conta da nova realidade, PDT e PL correm risco de redução das bancadas na Assembléia. Por trás do aparente otimismo dos deputados nas projeções, notei muita preocupação. E como!

AS RAZÕES. Os pedetistas ficaram órfãos em termos de coligação devido a postura dos outros partidos com a própria sobrevivência. Shimidt tenta minimizar a situação do partido, que não é nada boa.

LONDRES. Acostumado ao jogo da política, arrumou espaço no time de André na suplência de Marisa. O “chinês” é terrível em matéria de articulação e na hora certa tira sempre uma carta que resolve.

PROJEÇÃO. Neste período todos os deputados acham que tem chances de reeleição, mas essas previsões são frágeis. O quadro é outro desde que o PT resolveu deixar de ser barriga de aluguel para PDT e PL.

AS CONTAS. A diferença entre André e Delcídio na pesquisa da “Tendência” é de 29,5 pontos. Deduzindo os votos nulos, brancos e a abstenção, a vantagem de André superaria a casa dos 250 mil votos.

FUTURO. “A campanha começa agora”, diriam alguns. Mas essa eleição tem apenas dois candidatos de peso e só o fator Lula poderia influenciar, mas não a ponto de reverter a situação totalmente.

ZECA. Sua disposição para a guerra não é nem sombra daquela mostrada no passado.
O PT esconde, mas há uma guerra surda nos bastidores. Zeca teme o ostracismo e outras conseqüências de ficar fora do poder.

ANTONIO CRUZ. O discurso é aquele de sempre. Mas garantiu a reeleição e emplaca o fiel escudeiro Raimundo Nonato para a suplência de Egon. E assim vai viabilizando o projeto do Hospital Evangélico. Sacou?

CÂMARA. Waldir Neves muito bem nas pesquisas. Dagoberto idem. Mas há quem aposte que a última das oito vagas poderia cair no colo do PDT. Loester e Enelvo Felini
aparecem bem nas pesquisas.

MUITO POUCO. Embora seja o 4º colégio eleitoral (60 mil votos), Três Lagoas corre o risco de ter apenas Akira na Assembléia. Muitos candidatos de fora com esquema na cidade para aproveitar a situação.

BRONCAS dos pecuaristas: além do desvio das verbas indenizatórias do gado abatido e da fiscalização sanitária, veio escolha de AntonioRusso, (Frigorífico Independência), para suplência de Marisa.

OS PECUARISTAS apontam a ação do cartel dos frigoríficos como nociva aos interesses da classe. A entrada de Russo na política é tida como inoportuna sob todos os aspectos. Aguardem novos capítulos.

DÚVIDAS. Roberto Rodrigues preparou-se para o cargo e estava comprometido com a classe ruralista. Quanto ao seu sucessor, trata-se de burocrata com perfil desconhecido. Leo Brito (Famasul) está preocupado.

APLAUSOS. Finalmente os defensores públicos terão vencimentos compatíveis com o trabalho que realizam. A classe era vítima de preconceito do próprio sistema. Espera-se que continuem assim: “sem salto alto

BONDADES. O reajuste ao funcionalismo e a concessão de quase dois milhões de benefícios do Programa Segurança Alimentar, mostram a sede de Lula pela reeleição. A classe média pagará a conta.

ATÉ PARA SER CORRUPTO É PRECISO COMPETÊNCIA. (Bia Falcão)


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)