Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/04/2007 10:08

Leia Amplavisão, por Manoel Afonso

Manoel Afonso

MUDANÇAS Finalmente elas tem chances de ocorrer na Assembléia. Um conjunto de fatores marcham à favor de se dar uma nova imagem à função legislativa, até aqui vista apenas como fiel coadjuvante do Executivo.

CLARO que a opinião pública pesa contra aquela adoção de passividade tradicional. A Assembléia deve ter luz própria e atrair a sociedade para o debate quando assim a pauta exigir. Nela ressoa os anseios do povo.

A PRIMEIRA demonstração ocorreu no episódio da Enersul. A Assembléia não foi a reboque do Executivo. Caminhou junto em igualdade de postura e saiu fortalecida. Acho que o caminho é por aí.

DÍVIDAS DO MS. O deputado Jerson já sinaliza que a Casa irá tocar o dedo na ferida na busca da renegociação. Paulo Duarte, expert em números admite: “a nossa situação caminha para a insustentabilidade.”

CULPAR quem negociou a dívida não resolve. Zeca tinha tudo para renegociar mas foi incompetente. Passou batido. Temos que criar canais políticos no Planalto para resolver esse problema gravíssimo.

BARGANHA Lula queria a prorrogação da CPMF e a Desvinculação das Receitas da União. Os prefeitos: aumento do repasse do ICMS e mais verba na educação e saúde. Como se diz: é dando que se recebe.

FRITURA Na reta final da campanha o cabo eleitoral reclama ao Zeca: “ não há material do Delcídio. Assim fica difíci l ganhar.” E o governador serenamente retruca:
“por favor, cuide da campanha do Vander”!

E AGORA? Eike Batista vai reverter o embargo de sua siderúrgica em Corumbá? A imprensa paulista diz que a autorização foi um absurdo e faz previsões sombrias para a ecologia na região. Errou o Evo Morales?

DAGOBERTO Seu parecer anistiando mensaleiros e sanguessugas não surpreende. É pena! Aprendeu rápido o ofício na pizzaria da Câmara. É mais um que confia na falta de memória do eleitor.

NA ASSEMBLEIA O ex-deputado Henrique Dedé (1986/90) lamentando a falta de lideranças na fronteira. Vereador e de olho na Prefeitura de Bela Vista. Não envelheceu. Bom de papo e de música.

“O LÍDER deve estar presente quando as pessoas precisam. Ir a casamentos é opcional, mas ir a funerais é obrigatório. É lá que as pessoas mais precisam de nossa presença.” R. Giuliani (ex-prefeito de N. Iorque)

OS POLÍTICOS sabem: a presença pessoal nos momentos dolorosos marca, reflete nas urnas! No caso de Rudolphi Giuliani, irmanou-se às vítimas do atentado de 11 de novembro e saiu com prestígio em alta.

PREVISÃO Será como estourar pipoca: uma atrás da outra. Talvez nesta semana já tenhamos decisões em Comarcas do interior sobre a perda de mandatos de vereadores infiéis. É muita gente com insônia.

UM COLÍRIO Gostei do que conferi no “Condomínio Alphaville”. O sucesso do empreendimento é aferido pela satisfação dos corretores e compradores. Deu certo em muitas cidades e aqui não fugirá à regra.

“A PARTILHA” Briga de foice ou acordo? Agora que PT e PMDB parecem irmãos siameses em Brasília, tudo pode ficar mais fácil na divisão dos cargos federais no MS.
Como dizem os árabes: estava escrito.

ANDRÉ O italiano não está nem aí para as críticas do “Correio do Estado”. Segue atrás de recursos e cortando gastos. Ao seu favor a opinião pública, o fator tempo e a base aliada na Assembléia.

FLEXIBILIZAÇÃO Com ela a Câmara Municipal quer oportunizar a todo comercio da capital abrir em datas tradicionais. Hoje, só os “grandes” abrem graças a liminares na J. Federal. O projeto segue em debate.

ESPERA AÍ! Deturparam a declaração do prefeito Nelsinho sobre sua candidatura e já criaram fantasias. Ético, ele pretendeu valorizar a manifestação dos companheiros e partido no processo sucessório. Só isso.

GILBERTO KUJAWSKI: O Brasil é o país mais original do mundo. É o único que não tem governo nem oposição. A oposição que já ia mal anulou-se com o haraquiri do PSDB apoiando a candidatura de Chinaglia.

PESQUISA Tese de Ricardo Guedes, do Instituto Sensus, sobre a aceitação de Lula: “O cidadão olha para o bolso e raciocina: pizza por pizza, fico com quem me ajuda. O eleitor pratica a política de resultados.”

VALDIR NEVES Brasília não é para todos! Desmotivado o deputado mostra-se arrependido pela troca que fez. E olhe que não foi por falta de aviso. Nesta semana por exemplo, ele ficou por aqui.

BOA IDÉIA A obra – ao lado da Santa Casa - está parada há tempos e a Prefeitura da capital quer retomá-la transformando-a numa unidade para atendimento de traumas. O Secretário Mandetta otimista com o projeto.

“ESTAMOS ANIQUILADOS”. José Aníbal (PSDB/SP)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)