Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/03/2007 09:38

Leia Amplavisão, por Manoel Afonso

Manoel Afonso

VESPEIRO Reinaldo disse-me que quer conhecer os “intestinos” da Assembléia. Funcionários, aposentados, vencimentos e tudo mais que se julga no direito de saber.
Já ironizaram: jogou pedra em casa de abelha.

EXCEÇÃO Reinaldo difere dos outros estreantes; tentou peitar Rigo na 1ª. Secretaria. Inconformado, quer propor mudanças no regimento interno. O pessoal que freqüenta o saguão da Casa tem comentado sua ousadia.

DOURADOS Números de pesquisa recente deixaram Geraldo Rezende de saia justa: só 2,75% na estimulada, contra 52,29% de Artuzi e 1,83% de J. Grandão. Além do mais Rezende já é olhado com desconfiança no PPS.

GERALDO foi infantil! Travestido de patinho feio, Artuzi saiu-se bem no episódio, é paquerado pelo PSDB e confidenciou-me: vai conversar com Marisa em Dourados. Não é doutor, mas de colono, só tem o jeito!

BRONCA O salário – R$1.600,00. E os 133 agentes da Polícia Científica da Polícia Civil, terão de esperar mais um pouco até serem chamados. A “via crucis”é longa, mas André não tem dinheiro no cofre.

VITÓRIA Temer caminha para a reeleição no dia 11. Tem a maioria dos 703 votos no PMDB. Depois de perder a indicação para a vice de Lula, Jobim dançou de novo. E agora; vão lhe dar o Ministério da Justiça?

PAVÃO Pose não falta ao Jobim. Como presidente do STF decepcionou, preparando terreno para sua volta à política. O senador Valter Pereira pecou ao classificá-los como iguais: Temer é mais preparado e coerente.

DE OLHO A sociedade aguarda o prosseguimento do julgamento no TJ., dia 13, do caso Zeca e sua “tchurma” do Porto de Murtinho. Nas esquinas e cafés da capital o teor do futuro voto do Des. Joenildo é o prato do dia.

O CASO ganhou a mídia nacional e a opinião pública não se conformou com a versão de Zeca.. A sucessão de “coincidências”, somada à “ingenuidade” dele, bem que dariam um conto infantil digno de premiação.

O TEMPORA! O MORES! Que tempo, que costumes! A frase de Cícero ao se referir a decadência dos romanos, cai como uma luva ao caso. Zeca defendia a transparência e ética dos nossos governantes. Lembram-se?

RAUF MARQUES A mulher nomeada na AL. Vai para a Petrobrás ou solta o vozeirão numa FM? Que nada! “Gasta os capitais”, tentou eleger Fátima na Cassems e deve participar da eleição de Dourados.







VIRANDO O JOGO Os deputados da oposição deixaram a defensiva e aproveitaram os erros do Governo. A cedência dos professores especiais foi um prato cheio, com Paulo Duarte e Kemp explorando bem.

É GOLPE! Petistas querem discutir na convenção nacional de julho, a adoção ao parlamentarismo, já rejeitado em 63 e 65. No poder, Lula mandaria no Congresso via barganha, como ocorre hoje na França.

SEM MÁSCARA Assessores dos deputados petistas na AL. admitem: após tantos escândalos com gente graúda do PT, os debates e discursos não podem mais pautar pela ética e transparência. Nivelados – por baixo.

DEBATE & IDÉIAS Falando sobre desigualdade e criminalidade, Marcos Trad conseguiu motivar vários colegas e prendeu atenção dos presentes. Não via nada igual na Assembléia há tempos. Sinal de esperança.

EMPREGO Eterno pedido aos novos governantes e deputados. Um estreante na AL diz que não agüenta mais: de cada 10 telefonemas, 8 são para pedir empregos. Muda o número do celular ou deixe a secretaria atender.

NO MERCADO o livro “Do Golpe ao Planalto” do jornalista Ricardo Kotscho, com narrativas de fatos interessantes da campanha e primeiro Governo Lula. Quem gosta de política vai se deliciar com essa leitura.

PENSANDO BEM... Todo esse desgaste de André poderia ter sido evitado. Bobagem pura! É igual a você, como fiador ou avalista, achar que não pagará a conta. Será que não tinha ninguém para avisá-lo disso?

ASSESSOR é complicado: tem medo do chefe, quer sempre estar de bem dele e não tem coragem de contrariá-lo. Por exemplo: se Collor tivesse um cara de peso ao seu lado não teria feito as besteiras que fez.

PARTIDOS Não empolgam o eleitor. Os programas são japoneses. Todos à serviço de uma turma. Como convencer alguém a se filiar? Prometendo emprego? Vejam no que deu o PT, o ex-paladino da moralidade.

COBRADOR de ônibus acabou no 1º Mundo desde a década de 80. Quem paga essa conta é o usuário. Prefeitura e Câmara da capital sintonizados na questão, polêmica, mas inevitável. A ordem é cortar custos.

PRODUZINDO Sob o comando de Cícero, o TC segue com sua missão: aberto à consultas, orienta, adverte, julga, quando é o caso pune. Aliás, a imprensa tem mostrado as últimas decisões daquela Corte.

NÃO ACEITO TERCEIRO MANDATO. (LULA)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)