Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/11/2005 07:11

Leia a íntegra do Café com o Presidente

ABr

Luiz Fara Monteiro: Bom dia amigos, em todo o Brasil, eu sou Luiz Fara Monteiro e começa agora mais uma edição do Café com o Presidente, o programa de rádio do presidente Lula. Bom dia, presidente.

Presidente Lula: Bom dia, Luiz.

Luiz Fara Monteiro: Presidente, sexta-feira, no Ceará, o senhor anunciou a nova ferrovia Transnordestina e outras obras para o Nordeste. O senhor poderia explicar qual é a política do governo prá desenvolver a região nordestina?

Presidente Lula: Luiz, sexta-feira foi um dia muito feliz prá mim porque durante muito tempo o Nordeste ficou esquecido pelas autoridades federais. Muito se falava e pouco se fazia. O que nós anunciamos na sexta-feira em Fortaleza foi um plano de mudança na estrutura de desenvolvimento do Nordeste brasileiro. Primeiro nós anunciamos a Transnordestina, um trecho ferroviário de 1.860 quilômetros de extensão, ligando o Porto de Suape, em Pernambuco, e o Porto de Pecém, no Ceará, e a ferrovia vai permitir que em torno dela possam surgir indústrias, possam surgir novas comunidades, possa aumentar a produção agrícola. Portanto, depois da ferrovia certamente haverá um grande desenvolvimento no Nordeste brasileiro, barateando o frete das cargas transportadas, fazendo com que os dois portos tenham uma dimensão de exportação muito maior e dando ao Nordeste a oportunidade que o Nordeste precisa para se desenvolver.

Também nós anunciamos uma outra coisa que significa desenvolvimento muito grande, que foi o Pólo Siderúrgico de Fortaleza e, junto com o Pólo Siderúrgico de Fortaleza, nós anunciamos também a construção do Gaseme, que é um gasoduto muito longo que vai interligar o sistema de gasoduto brasileiro para garantir que o Nordeste tenha energia suficiente prá se desenvolver. É importante lembrar que nós anunciamos também, já há algum tempo atrás, a construção da refinaria no estado de Pernambuco. Então você imagina refinaria, você imagina o gasoduto, você imagina a ferrovia, você imagina um pólo siderúrgico, isso vai dar uma nova dinâmica no Nordeste brasileiro. Eu disse, sexta-feira, no meu discurso, que daqui a dez ou 15 anos é que a gente vai poder percerber o significado dessas obras que estão acontecendo no Nordeste brasileiro. Nós estamos reformulando vários aeroportos, nós estamos reformulando rodovias, agora em dezembro nós vamos anunciar o começo da rodovia 101 Nordeste, o Batalhão de Engenharia do Exército vai começar um trecho em Pernambuco, um trecho em Natal, um trecho em João Pessoa, prá gente mostrar que a gente quer concluir definitivamente essas obras.

Luiz Fara: Você está ouvindo o Café com o Presidente, o programa de rádio do presidente Lula. Esses investimentos pesados no Nordeste brasileiro, presidente, contribuem para diminuir a desigualdade entre as regiões do país?

Presidente Lula: Contribuem para diminuir as desigualdades, contribuem para a geração de empregos e contribuem para que novas empresas se implantem nessa região. Além de tudo isso, eu digo todo santo dia para as pessoas que conversam comigo: o projeto, que na minha opinião é o grande projeto do Brasil neste momento, é o biodiesel e ele está pensado para dar uma alavancagem no desenvolvimento do Nordeste, sobretudo na parte mais pobre do Nordeste, através da mamona. Lógico que o biodiesel vai ser produzido por soja, vai ser produzido por babaçu no Norte, mas na parte mais pobre do Brasil nós queremos fortalecer o plantio de mamona para que a gente possa gerar milhares e milhares de empregos porque eu digo sempre: o emprego é o que dá dignidade ao ser humano. E depois de tudo isso, nós estamos trabalhando com muito carinho a revitalização com o projeto do rio São Francisco. É um canal, e volto a repetir, que vai tirar apenas um por cento da água do rio São Francisco prá levar água para 12 milhões de brasileiros e brasileiras beberem. É um canal que tem uma extensão de aproximadamente 700 quilômetros e na margem direita e na margem esquerda foram desapropriados dois quilômetros e meio para que a gente possa fazer experiência com projeto de cooperativa, com projeto de agricultura familiar, dando ao Nordeste a possibilidade de ter uma experiência exitosa de reforma agrária.

Luiz Fara Monteiro: O senhor visitou um açude também lá no Ceará, né presidente?

Presidente Lula: Visitei não, inaugurei um açude. Inaugurei um açude grande, um açude chamado Arneiroz 2, um açude que vai ter uma capacidade de reserva de 200 milhões de metros cúbicos de água, vai ajudar que uma parte do rio Jaguaribe possa ficar perenizada o ano inteiro e vai levar água para a região mais seca do estado do Ceará. O que é importante, Luiz, é a cara do povo. Se você visse a cara do povo que eu vi, na sexta-feira, no Ceará, olhando para o céu que estava ameaçando chover e, ao mesmo tempo, olhando para aquela imensidão de água que estava reservada prá ele, o povo tava numa alegria extraordinária. E o que estamos fazendo, Luiz, é apenas fazendo justiça, é pegando a parte mais esquecida do Brasil, a parte mais empobrecida, a parte mais sofrida do Brasil e dando condições das pessoas poderem sobreviver condignamente.

Luiz Fara Monteiro: Obrigado, presidente, e até a próxima semana com mais uma edição do Café com o Presidente.

Presidente Lula: Obrigado a você, Luiz.

Luiz Fara Monteiro: A gente volta na próxima segunda. Acesse o nosso programa também na internet, no endereço eletrônico www.radiobras.gov.br. Um abraço prá você e até a semana que vem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)