Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/01/2006 06:44

Leia a íntegra do Café com o Presidente

ABr

Luiz Fara Monteiro: Bom dia amigos de todo o Brasil. Eu sou Luiz Fara Monteiro e começa agora mais uma edição do Café com o Presidente, o programa de rádio do presidente Lula. Tudo bem, presidente?

Presidente Lula: Tudo bem, Luiz.

Luiz Fara Monteiro: Presidente, o senhor acabou de chegar da Bolívia onde participou da posse do novo presidente eleito, o líder indígena Evo Morales. No discurso de posse, ele citou a relação da Bolívia com o Brasil. Disse que o senhor tem conversado bastante com ele. Que conselhos o senhor deu para o Evo Morales, presidente?

Presidente Lula: Primeiro, Luiz, eu queria cumprimentar os nossos ouvintes e dizer que foi um final de semana em que eu fiquei muito feliz. O Evo é um homem simples, um dirigente sindical da área rural com militância política histórica na Bolívia, ganhou as eleições, o que é um fato extraordinário para a América do Sul, sobretudo na Bolívia, em que mais de 62% da população é indígena e nunca um índio tinha governado a Bolívia. Agora, ele ganha as eleições com maioria absoluta, fez a maioria na Câmara, não tem maioria no Senado por apenas um voto, mas de qualquer forma ele é capaz de unir a Bolívia e de fazer com que aquela parte pobre da população possa ter os benefícios da riqueza que a Bolívia pode produzir. O Evo Morales sabe da importância do Brasil, da Argentina, da Venezuela, da Colômbia, da relação com a Bolívia e todos nós estamos interessados em contribuir, em ajudar para que a experiência da eleição do Evo Morales seja uma experiência rica, seja uma experiência exitosa, e a Bolívia deixe de ter os conflitos que tem e passe a consolidar o seu processo democrático. Eu sou amigo do Evo há muito tempo, tenho uma relação com ele histórica e, portanto, eu estou feliz. Feliz porque a América Latina está dando uma demonstração de avanço. As pessoas mais progressistas estão sendo eleitas em todos os países. Pela primeira vez, nós estamos percebendo a possibilidade dos países da América Latina deixarem de ser tratados apenas como países pobres ou países de Terceiro Mundo e começarem a entrar no rol dos países desenvolvidos. Para isso, é preciso ter governantes sérios, comprometidos com a maioria do povo. Gostei da posse, estou cansado. É importante dizer para os nossos ouvintes que estamos gravando esse programa às 11 horas da noite. Acabei de chegar no Brasil.

Luiz Fara Monteiro: Neste domingo, presidente. Domingo à noite.

Presidente Lula: Mas eu não poderia deixar... Mesmo chegando domingo à noite e cansado aqui, eu não poderia faltar com o compromisso que o nosso programa tem com o povo brasileiro, que escuta o programa pelo rádio.

Luiz Fara Monteiro: Esse é o Café com o Presidente, o programa de rádio do presidente Lula. Presidente, por falar em integração da América do Sul, antes da Bolívia o senhor esteve no Acre onde inaugurou uma ponte que liga o Brasil ao Peru. Qual a importância desta obra para a região?

Presidente Lula: Nós inauguramos a ponte entre Assis Brasil, no Brasil, e Iñapari, no Peru. Uma ponte de 240 metros de comprimento. A primeira ponte construída ligando o Brasil ao Peru, fazendo parte do nosso processo de integração da América do Sul. O que me deu mais prazer foi que depois de inaugurarmos a ponte, dois caminhões de uma empresa de Araçatuba já estavam carregados para levar produtos brasileiros para o Peru. Foi uma coisa muito importante tanto para nós brasileiros quanto para o povo peruano porque é a integração que vai permitir o trânsito entre pessoas, vai permitir o trânsito de produtos peruanos, e o Brasil pode ter acesso, com os produtos produzidos nos estados do Amazonas, Acre, Rondônia, Mato Grosso, ao oceano Pacífico. E o Peru porque tem uma integração com um país que tem poder de compra maior, e que, portanto, pode ser muito interessante para as exportações peruanas.

Luiz Fara Monteiro: O senhor lançou também, fez o lançamento oficial do projeto Modelo de Assentamento Agroflorestal. O que é isso, presidente?

Presidente Lula: Esse assentamento, chamado de Assentamento Nova Bonal, é uma fazenda de 10 mil hectares e o Incra comprou para fazer o assentamento. A capacidade de pessoas a serem assentadas é de 280. Nós já temos 80. É um projeto agroflorestal em que a gente vai poder fazer uma combinação de explorar parte da madeira dessa fazenda e, ao mesmo tempo, plantar frutas, plantar pupunha, plantar a seringueira, plantar cupuaçu junto com as árvores, ou seja, sem precisar fazer um desmatamento como habitualmente nós estamos vendo pelo Brasil afora. É um projeto extraordinário porque é um ciclo completo, ou seja, as pessoas produzem, as pessoas industrializam e as pessoas comercializam os seus produtos, é tudo o que as pessoas desejam na vida. A alegria das pessoas estampada no rosto das crianças, das mães, dos pais era uma coisa fantástica e, portanto, voltei do Acre muito feliz, muito feliz porque esse projeto é a confirmação, a certeza de que a reforma agrária pode ser feita de forma muito mais civilizada, muito mais moderna do que historicamente o Brasil conhece.

Luiz Fara Monteiro: OK, presidente. Obrigado pela entrevista e até a semana que vem com mais um Café com o Presidente.

Presidente Lula: Obrigado a você, Luiz. Obrigado aos nossos ouvintes.

Luiz Fara Monteiro: A gente volta segunda-feira que vem. Obrigado a você que nos acompanhou e até a próxima semana.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)