Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/12/2005 07:31

Leia a íntegra do Café com o Presidente

ABr

Leia a íntegra do Café com o Presidente

08:08


Leia a íntegra do Café com o Presidente

Luiz Fara Monteiro - Bom dia amigos de todo o Brasil. Eu sou Luiz Fara Monteiro. Começa mais um Café com o Presidente, o programa de rádio do presidente Lula. Bom dia, Presidente.

Presidente Lula – Bom dia, Luiz!

Luiz Fara Monteiro - Presidente, o senhor entregou na semana passada prêmio a pessoas e entidades que vêm atuando com sucesso no combate à fome e à pobreza – o prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, o ODM Brasil. Foram premiadas 27 experiências de combate à fome e à pobreza. Por que o governo criou esse prêmio, presidente?

Presidente Lula – Para dar seguimento, Luiz, a uma decisão que foi tomada em 2000, quando 189 representantes de países, presidentes, primeiros-ministros, tomaram a decisão de que até 2015 teríamos que trabalhar para diminuir a pobreza no mundo, para melhorar a educação, diminuir a mortalidade infantil. E nós resolvemos criar esse prêmio para que a gente possa despertar na sociedade brasileira, primeiro, o espírito da solidariedade; segundo, para que a gente possa envolver prefeituras, possa envolver personalidades, possa envolver empresários, sindicatos, ONGs, igrejas, ou seja, experiências que as pessoas fazem e que têm resultados benéficos para diminuir a pobreza no mundo. Nós, então, criamos esse prêmio... Eu até, quando propus o prêmio, disse que era necessário criar o "Oscar de boas ações", por exermplo, como o combate à mortalidade infantil, feito pela Pastoral da Criança, que tem dado resultados extraordinários. Como a experiência-símbolo do Betinho, que começou o programa de combate à miséria no Brasil; como a experiência de Dom Cláudio Hummes, em São Paulo, o nosso cardeal, de geração de empregos e procura uma bolsa de empregos para as pessoas que estão desempregadas na periferia. Essas e outras experiências precisam ser premiadas, porque não dá para esperar que fique tudo subordinado ao Estado brasileiro, ao governo federal, ao governo estadual, ao governo municipal. Então, o prêmio é isso, o prêmio é um estímulo. Agora, isso não tira a responsabilidade do Estado e da própria Organização das Nações Unidas e da Organização Mundial do Comércio, da Organização Mundial da Saúde, que têm a obrigação de ajudar os países mais pobres a conseguirem cumprir as Metas do Milênio.

Luiz Fara Monteiro - Presidente, na semana passada aconteceu em Hong Kong, lá do outro lado do mundo, uma negociação entre os países desenvolvidos e não-desenvolvidos. Muitos ministros brasileiros estiveram presentes. O que isso tem a ver em relação a combater a fome e a pobreza no mundo?

Presidente Lula – Nesse momento, encerrou-se em Hong Kong uma rodada muito importante de negociações para o comércio exterior, em que os países pobres e os países emergentes, como o Brasil, estão exigindo que os países ricos abram mão dos subsídios que dão para sua agricultura, para que os países pobres e os países emergentes tenham maior acesso ao mercado internacional. Têm países que dependem única e exclusivamente da sua produção agrícola. Vamos pegar países pobres da América Latina, vamos pegar países da África, que se o mundo rico não abrir o seu mercado para que eles possam vender o algodão que produzem, o açúcar que produzem, o milho que produzem, ou seja, essas pessoas não poderão cumprir as Metas do Milênio. Então, o Brasil está brigando muito menos em defesa do Brasil; porque o Brasil tem competitividade, tem tecnologia; o Brasil não tem medo de disputar com nenhum país do mundo; o Brasil já está garantido, porque o Brasil tem competência para produzir, tem conhecimento, tem tecnologia e tem qualidade. Agora, tem países que não têm. E o que estou percebendo é que os países ricos aprovaram as Metas do Milênio mas estão fazendo muito pouco para dar uma ajuda aos países pobres que precisam do estender de mão dos países ricos. Então, nós estamos brigando, porque senão, meu caro, nós não vamos cumprir as Metas do Milênio. O Brasil tem condições de cumprir; essa premiação é um exemplo de que tem muita gente no Brasil trabalhando para cumprir e nós vamos cumprir.

Luiz Fara Monteiro - Presidente, nós estamos aqui na Granja do Torto já vendo a decoração de Natal, como é que o senhor vai passar esse Natal de 2005. Aonde, o que o senhor vai fazer?

Presidente Lula - Eu vou passar o Natal em casa, com minha família, em São Bernardo do Campo. Eu vou dia 23 para São Bernardo do Campo; depois em vou entregar em Osasco o "cartão símbolo" de 8.700.000 famílias que estão recebendo o "Bolsa Família"; depois eu vou a um encontro com os catadores de papel de rua, de São Paulo, junto com o padre Júlio Lanceloti; eu vou na inauguração do memorial do Corinthians e depois eu vou para casa e vou ficar sábado e domingo com minha família, e no dia 26 estarei voltando para Brasília.

Luiz Fara Monteiro – Obrigado, presidente, até o nosso próprio encontro.

Presidente Lula - Obrigado, Luiz. Feliz Natal e que Deus abençoe a todos os brasileiros e brasileiras.

Luiz Fara Monteiro – Obrigado, presidente, Feliz Natal. Feliz Natal também para você ouvinte em todo o país, você que nos acompanha toda segunda-feira de manhã aqui nesse espaço. Acesse o Café com o Presidente também na Internet (www.radiobras.gov.br). Um abraço a todos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)