Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/08/2004 10:54

Leia a coluna de Manoel Afonso

Manoel Afonso

ARTICULADOS. Deputados fazem o que podem para atender os amigos da base no interior.
O fato de não se discutir ideologia em eleição municipal facilita palanques com políticos de todas tendências possíveis. O que vale é ganhar!

PROBLEMAS. Candidato a vereador gosta de falar em comício. Melhora a auto estima e sua visibilidade perante a opinião pública, embora não garanta sua eleição. Mas o maior inimigo deles é a falta de tempo.

O EXCESSO de partidos resultou no alto número de candidatos. Atende-los em comícios é difícil. Em Aquidauana, por exemplo, 81 candidatos apoiam Felipe e decidiu-se que eles não farão discurso nos comícios. Foi a saída.

DISCURSOS de postulantes à Câmara são repetitivos e cansam a platéia, mais interessada nos shows artísticos que ocorrem depois. Candidato a vereança tem que se garantir é no trabalho corpo a corpo com o eleitor.

MAGIA. Microfone nas mãos de candidato despreparado é um perigo! O orador se encanta com o momento e a visão de amigos e parentes na platéia. Não aceita ser interrompido e se
puxam sua camisa como sinal, fica bravo!

PENSO. Lula não quer ser fiscalizado pela imprensa - quer fiscalizar, intimidar e calar a imprensa com um projeto de retórica sutil, mas que lembra o Governo de Getulio Vargas e o período da Ditadura Militar.

OPINIÃO. Visto como radical, o deputado Pedro Kemp dizendo ao colunista que é contra esse projeto. Para ele, “ bastou a imagem do governo melhorar - e apareceu gente disposta a estragar tudo e criar problemas seríssimos.”

LEAL DE QUEIROZ. A presidência da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras lhe fez bem. Motivadíssimo! Grato pelos exemplares da revista. Aberto o Concurso de Contos Ulisses Serra. Na internet – www.acletrasms.com.br.

DO LEITOR-1: “A Revolução dos Bichos”...nela os humanos foram destituídos do poder pelos animais, que depois fizeram pior...a fábula se aplica ao PT no poder e... logo não será mais possível distinguir gente de bicho.”





DO LEITOR-2: ...creio que as coisas vão melhorar com as Forças Armadas combatendo o narcotráfico e outros males que imperam em nossa fronteira...Deus queira que o início das operações não demore devido a burocracia.

ADVOGADO ironiza: ...e quem diria! Ontem Marcio Tomaz Bastos defendia a liberdade. Se não advoga essa causa, não faz por merece usar o título de advogado...traiu nós da classe e traiu o compromisso com a democracia.

O VEREADOR Youssif tem razão em se preocupar com a imagem da Casa. Legisladores não podem se perder em picuinhas - discutindo em plenário questões referentes a campanha eleitoral deste ano. Não leva a nada!

O ASFALTAMENTO de ruas, iluminação pública, coleta de lixo, saneamento, saúde e educação – por exemplo – integram o rol de prioridades da comunidade. Deve-se abordá-las - é claro – mas com jeito e postura compatíveis.

A JUSTIÇA exibindo na TV filmetes para incentivar o eleitor a votar. Mas não é bem assim:
com a grana curta e a apatia visível por culpa da classe política, será que o eleitor vai gastar com viagem, etc. – se pode justificar?

NA FAIXA. No interior, candidatos tem lista dos endereços de eleitores que moram fora.
Dependendo da situação, mandam dinheiro para garantir a presença e o voto. E tem eleitor que pega grana também de outros candidatos.

DE LETRA. A pessoas que estiveram por lá ou que falaram ao telefone, gostaram de sua postura: prático, à vontade, sem estrelismo. Por tudo que já conheciamos do Raufi Marques, ele só podia se dar bem na Casa Civil.

“PRIORIDADE”. O Senado dá mais um mau exemplo ao anunciar o gasto de R$ 44 milhões para construir um centro de treinamento de funcionários. A grana daria para construir tantas escolas e equipar muitos hospitais. Se daria!

EMPRESÁRIO no Brasil é como porco gordo: tratado à facadas. Unindo capital ao trabalho ele gera riquezas, mas os juros são caros, o passivo trabalhista e a carga tributária sem igual.
Por isso a falência vem ainda no 1º ano.

E MAIS: salário desemprego, vale transporte, vale leite, licença paternidade, renda mínima, cesta básica, creche, multa rescisória, estabilidade de emprego e outros benefícios da rede de proteção social. É melhor ser empregado. Ou não?

ATENAS. Mais uma vez o brasileiro ficará complexado com seu poderio diminuto nos esportes. O quadro final das medalhas é fatal – mas real. Retrata bem a situação dos povos. Ficaremos atrás de países tidos como insignificantes.


“O PODER ECONÔMICO NÃO É ECONÔMICO PELO PODER”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)