Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

08/12/2006 09:41

Leia a coluna Amplavisão, por Manoel Afonso

Manoel Afonso

SERGIO ASSIS Pode tratar de fazer outro pedido para “Lula Noel”. Marcelo Miranda continuará no DENIT. É do ramo com boa atuação no órgão, amarrou apoiamentos de lideranças diversas, inclusive do PT e PMDB.

RESSURREIÇÃO? Vale surfar nas ondas de especulações do Governo André. Gente que estava em casa sonha em voltar ao poder. Em alguns eventos prestigiados por André tenho notado a presença desse pessoal.

DE VOLTA! O STF prestou um desserviço à reforma política ao acabar com a clausula de barreira. Vamos ter que aturar o pessoal dos partidos nanicos na televisão. Desse jeito não vamos a lugar algum.

INTIMIDAÇÃO? Nas repartições o aviso: “Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela. Pena – detenção de 6 meses a 2 anos, ou multa.” E se mal atendido, reclama-se à quem? Ao bispo?

EX-DEPUTADO Armando Anache, com seu estilo bonachão, tinha algumas definições geniais. Uma delas se aplica para definir ou explicar o que ocorre atualmente aqui: “Final e início de governo são todos iguais”.

ZECA emplacou José Ricardo no TC, mas a pendenga não deve parar por aqui. De olho em 2.010, investe na Polícia Militar, através de promoções . Quer o voto do pessoal da farda e ainda insiste na 2ª. aposentadoria.

EDYL está em estado de graça e não nega! Aposentado, formou e encaminhou todos os filhos e eventualmente poderá substituir Nelsinho na Prefeitura. Ele adora essa política varejista da Câmara. Tem bossa para a coisa.

1-ANDRÉ sabe que sem dinheiro do Planalto não irá à lugar algum. Sabe mais: a decepção é exatamente proporcional a expectativa da opinião pública. Para tanto já reviu conceitos. É o dinamismo da política.

2-ANDRÉ vai enfrentar desgastes pelas medidas já anunciadas. Afinal, o povo está escaldado de pagar mais impostos. Tenho presenciado os debates na Assembléia e não vejo chances de grandes alterações no projeto.

3-ANDRÉ anunciou nomes. Alguns agradam, outros sofrem restrições como Vantuir Jacin, sob o argumento de que haveria várias opções locais. Mas sem estrutura só nome não resolverá. Mas pior que o Raulf não há!

4-ANDRÉ conseguirá aumentar o seu guarda chuva? Afinal é muita gente querendo se abrigar debaixo dele. É pedido que não acaba mais. Pouca teta para tantos mamotes. E a opinião pública não irá se calar sobre isso.


EMENDA ao orçamento da União é sinônimo de enganação. Serve para garantir apoio de prefeitos aos parlamentares. Poucas saem cheias. Daí que esse corte de 30% das emendas ao MS. está dentro dos conformes.

NA ÚLTIMA eleição prefeitos diziam ter compromisso com candidatos à reeleição por conta de emendas emplacadas para seus municípios. Mas ficaram só no papel. Imaginem o sentimento de frustração deles!

MARISA é viva; sabe o tamanho de seu espaço e não força a barra. Acertou ao dizer “que a responsabilidade pelo sucesso ou não da administração é de André, e ele tem o direito de escolher seu secretariado.”

1-ASSEMBLÉIA O nível do debate na próxima legislatura vai melhorar ou piorar? Pelo menos a chegada de quatro vereadores da capital acena para um cenário no mínimo razoável. Presume-se intimidade com o Poder.

2-ASSEMBLÉIA Conversei com o futuro deputado Marcio Fernandes e senti toda sua inexperiência na vida pública. Tem curso superior, mas nenhuma tradição política. Precisará de gente sábia para orientá-lo.

3-ASSEMBLÉIA Encenação e jogo pesado nos bastidores para eleição da mesa. Impressionante a capacidade de dissimulação dos deputados quando questionados. Atiram pra frente para acertar de lado.

4-ASSEMBLÉIA Jerson é o favorito, mas o seu processo no TRE é explorado pelos concorrentes. Maioria na casa, o PMDB vai deixar passar batido? Braga cutuca e Paulo Correia é nome forte no PL para a mesa diretora.

5-ASSEMBLÉIA Não quer digerir por inteiro o “pacote” enviado por André. A maior resistência está no aumento dos tributos das comunicações. Vai dar pano pra manga, mas no final acho que sairá um acordo.

NA MEDIDA o discurso do desembargador Claudionor saudando Pedrossian, Nildo de Carvalho, Barbeta e o padre José Marione em sessão solene. O Tribunal de Justiça mostra que tem memória e sensibilidade.

PAPAI NOEL não deve chegar a tempo com o dinheiro do 13º salário à muitas cidades do Estado. Não será culpa do tráfego aéreo e nem das rodovias. É que o interior na sua grande maioria, está empobrecido.

NA PELE Os ministros Ellen Greice e Gilmar Mendes sentiram a violência no País. Quem sabe agora eles mudem a ótica de analise. Viver encastelado, com seguranças 24 horas por dia é fácil. Não dá para sentir o drama!

RAUL SEIXAS: “TUDO QUE HAVIA PRA CHORAR, JÁ FOI CHORADO”.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)