Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

04/11/2005 13:22

Lei muda e beneficia pequenos e médios produtores rurais

Sato Comunicação

O Georreferenciamento tem novo prazo. Depois de três anos de reivindicação, os produtores rurais com propriedades até 999 hectares poderão identificar a área rural, exigida em caso de desmembramento, parcelamento, remembramento e em qualquer situação de transferência, em cinco anos.

A prorrogação está no Decreto nº 5.570/2005, assinado pelo presidente Lula em 31 de outubro. A nova legislação muda a redação de quatro artigos do Decreto nº. 4.449/2002 que normatizavam essas operações. Também fixa dois novos prazos para os proprietários providenciarem o georreferenciamento e a confecção da planta detalhada de todos os seus imóveis rurais, de acordo com a área total de cada um.

Para o consultor da Casa Rural (FAMASUL/FUNAR/SENAR-AR/MS), Josiel Quintino dos Santos, a prorrogação beneficia os produtores rurais. Segundo o engenheiro ambiental, o processo é caro, principalmente para os pequenos agricultores e pecuaristas.

As novas datas determinadas pelo Decreto nº. 5.570/2005 para apresentar a planta e o memorial passam a ser de cinco anos para os proprietários de imóveis com área de 500 hectares a mil hectares, a vencer em 20 de novembro de 2008; e oito anos para os imóveis com área inferior a 500 hectares, a vencer em 20 de novembro de 2011.

Além do alto custo do processo de georreferenciamento, a lentidão do processo tem dificultado e impedido que produtores rurais transfiram a titularidade das propriedades ou que regularizem sua situação fundiária.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)