Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/04/2006 11:46

Lei Kandir pode dificultar votação do orçamento na terça

Agência Senado

A votação do projeto de lei orçamentária para este ano, na sessão do Congresso Nacional marcada para as 11h da próxima terça-feira (11), poderá ser dificultada pela insatisfação dos estados com a destinação de apenas R$3,4 bilhõespara compensá-los por suas perdas com a isenção de ICMS, prevista na Lei Kandir, sobre determinados produtos exportados. Os governadores estão reivindicando o mesmo volume de recursos liberados no ano passado, ou seja, R$ 5,2 bilhões.

Além disso, o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), anunciou que tentará obstruir a votação caso o projeto orçamentário não destine R$ 110 milhões previstos para a construção do gasoduto de Coari-Manaus.

- Se o dinheiro estiver na proposta, eu aprovo. Se não tiver, peço verificação de quórum e o governo que cuide de colocar maioria no Plenário para enfrentar a obstrução que eu vou fazer - disse o senador amazonense.

No caso de pedido de verificação de quórum, o requerimento pode ser apresentado por líder, por cinco senadores, ou por 20 deputados. A solicitação deve ser feita imediatamente após a proclamação do resultado da votação simbólica, na qual os congressistas que aprovam determinada matéria ficam sentados, levantando-se os contrários.

A votação da lei orçamentária está atrasada em mais de três meses. O Orçamento 2006 só ficou prontona semana passada na Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), depois de meses de embate entre governistas e oposicionistas. Apenas em 2000 a votação atrasou tanto, sendo finalizada no dia 12 de abril.

Alterações

O substitutivo da CMO acresce R$ 15,6 bilhões à previsão de receita constante no projeto original enviado pelo Executivo. Essa alteração possibilitará o reajuste do salário mínimo de R$ 300 para R$ 350, o reajuste da tabela do Imposto de Renda e o aumento de 48% nos investimentos públicos.

Laércio Franzon / Repórter da Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)