Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/11/2004 15:09

Lei do Abate já reduziu tráfego irregular de aviões

Nelson Motta / ABr

O comandante da Aeronática, tenente brigadeiro do Ar, Luiz Carlos Bueno, disse que a decisão do governo de regulamentar a lei que permite o tiro de destruição, conhecida como Lei do Abate, foi o motivo principal para a redução do tráfego de aviões irregulares no espaço aéreo brasileiro. A lei completou um mês nesta quinta-feira. A redução do tráfego nesse período foi de 32,3%.

"Essa redução foi motivada pela firme decisão do presidente Lula de regulamentar a lei do tiro de destruição e também de nos fornecer os meios necessários à melhoria e a expansão do número de radares que vem sendo instalados no território. Além de um fornecimento de recursos para expandir o treinamento de nossas tripulações", afirmou o comandante durante a visita que fez à base aérea de Natal, onde se realiza a operação Cruzeiro do Sul 2004 (Cruz-X) que conta com a participação de militares brasileiros, franceses, venezuelanos e argentinos.

A lei de abate foi aprovada pelo Congresso em 1998 e entrou em vigor no dia 17 de outubro. A Lei do Tiro de Destruição, conhecida como "Lei do Abate", permite que caças da Força Aérea Brasileira (FAB) possam abater aviões suspeitos que se recusarem a cumprir ordens de identificação no espaço aéreo brasileiro. A lei visa reduzir o tráfico de drogas efetuado por aviões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)