Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/05/2004 13:52

Legistas tabalham na busca e remoção dos corpos

Antonio Arrais/ABr

Uma equipe de dez médicos legistas do Instituto Médico Legal de Manaus seguiu hoje pela manhã para o local do acidente com o avião Brasília prefixo PT-WRO da empresa “Rico Linhas Aéreas”, que caiu na noite de sexta-feira a 20 quilômetros da capital do Amazonas, matando os 30 passageiros e três tripulantes do vôo.

A ida da equipe de médicos legistas vai facilitar a busca e remoção dos corpos das vítimas do desastre aéreo, uma vez que a equipe do Corpo de Bombeiros não tem esse tipo de experiência com corpos mutilados, tendo alguns bombeiros, inclusive, passado mal, diante do estado de mutilação dos corpos.

O estado de destruição dos corpos é tal que nem mesmo os médicos legistas puderem informar quantos corpos foram resgatados dentre os restos que chegaram ontem a Manaus. O processo de identificação, que será muito lento, será baseado em informações que serão tomadas dos parentes das vítimas, que responderão, a partir de hoje, a um formulário para detalhar características físicas, como cicatrizes, cor da pele e uso de próteses para, depois, serem feitos exames de DNA que possam determinar a identidade de cada uma das 33 pessoas mortas no acidente.

O gerente comercial da “Rico Linhas Aéreas”, Lucas Frade, confirmou, por intermédio da assessoria de imprensa da empresa, que a caixa preta do avião foi encontrada e já foi entregue ao Serviço Regional de Proteção ao Vôo, do Departamento de Aviação Civil (DAC), e sua leitura deverá ser concluída em cerca de 30 dias.

A maior dificuldade encontrada pelas equipes de resgate, que inclui bombeiros, Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Federal, médicos legistas, funcionários do DAC etc. é o local da queda do avião, onde as equipes somente chegam por meio de helicóptero ou barco. Segundo informações da empresa aérea, as equipes esperam concluir o trabalho de busca e resgate dos corpos no máximo até amanhã.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)