Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

14/06/2006 15:44

LDO estadual prevê aumento tímido da receita em 2007

Marta Ferreira / Campo Grande News

A mensagem da LDO (Lei de Diretrizes e Bases Orçamentárias) que o governo deve entregar hoje à Assembléia Legislativa prevê que, no ano de 2007, as receitas do Estado cresçam 3%, totalizando R$ 5.102 bilhões. Esse percentual, aponta o texto, considera a inflação de 4,5% projetada para 2007. A LDO traça os parâmetros para elaboração do Orçamento do Estado no próximo ano e deve ser aprovada antes do recesso do meio de ano.

Para 2006, o governo havia estimado receita de R$ 5.081 bilhões, o que representaria aumento bruto de 25%, sem considerar a inflação do período. Mas teve de refazer os cálculos, por causa de problemas como a estagnação das exportações devido à gripe aviária, os focos de febre aftosa na região Sul e a queda na cotação do dólar. Agora, a previsão é de que o ano feche com uma receita não superior a R$ 4,7 bilhões, conforme explicação d o assessor de Planejamento da Seplanct (Secretaria de Planejamento, Ciência e Tecnologia), Nelson Tsushima, divulgada pela assessoria de imprensa do governo.

Conforme a assessoria divulgou, para se chegar ao valor estimado do orçamento de 2007, sobre o montante previsto para este ano (R$ 4,7 bilhões), foram acrescidos 4.5% da inflação e o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 3%, chegando-se ao total R$ 5.102 bilhões.
É um bem aquém do realizado nos últimos sete anos, quando a receita teve aumento seguidos no caixa estadual.
Tsushima afirma que nesse período houve um “esforço fiscal” muito grande, refletindo na arrecadação. Agora, ainda segundo a análise do técnico, as receitas entram para uma “curva de estabilização” e o crescimento – ou eventual recuo – depende do desempenho geral da economia ou fatores de impacto localizado.

Dívida – O texto da LDO também traz a previsão sobre a dívida do Estado, que teve redução com a queda do dólar. Para 2007 a previsão de que a dívida consolidada fique em R$ 6.329 bilhões, pouco mais que a receita do período (R$ 5.102 bilhões). Por mês, o Estado gasta 15% das receitas líquidas para quitar a dívida parceladamente. A LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) estabelece um limite para o valor da dívida em relação à receita anua. O montante previsto para 2007 está em conformidade com o que estabelece a legislação.

Segundo a assessoria de imprensa do governo, cópias da LDO estão sendo entregues também ao Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas e ao Ministério Público.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 18 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)