Cassilândia, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

17/08/2017 12:30

Laudo confirma que restos mortais encontrados em jacaré no TO são humanos

Midiamax

Os restos mortais encontrados na barriga de um jacaré são de humanos, segundo exames periciais feitos pela Polícia Científica. A informação é da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins. 

O animal foi morto no município de Lagoa da Confusão no dia 30 do mês passado depois de um homem desaparecer no rio Javaé. A Polícia Civil disse que segue as investigações para esclarecer o caso.

A SSP ainda não informou de quem são as partes humanas encontradas dentro do jacaré. Para os moradores da região, os restos mortais são de Adilson Bernardes de Oliveira, de 47 anos. Ele sumiu no dia 28 de julho, enquanto acampava com amigos à beira do rio.

"O dono do local contou que foi dormir, por volta de 22h [do dia 27 de julho], e quando acordou não viu Adilson. Ele procurou e encontrou os chinelos e um isqueiro perto do rio", contou o sargento dos Bombeiros Ronaldo Barbosa, que ajudou nas buscas.

Os militares foram chamados e fizeram buscas por terra, na margem e ao longo do rio, durante dois dias. No local, os militares viram mais de sete jacarés, sendo quatro adultos, com mais de 4 metros de comprimento.

Sem sucesso nas buscas, os Bombeiros relataram que os moradores resolveram capturar um dos jacarés e mataram o animal. Dentro dele, foram encontrados sacolas e restos mortais.

"Os moradores acreditam que os animais tenham devorado o homem. Os jacarés estavam com uma barriga cheia, desproporcional. Dentro do que foi morto, foram encontradas sacolas, e Adilson andava sempre com sacolas nas calças."

Caso semelhante

Em abril do ano passado, um jacaré foi morto em Araguacema, região oeste do Tocantins. Dentro da barriga do animal, moradores acharam restos mortais, que acreditavam ser de um homem desaparecido no rio.

Rogério Marques de Oliveira, de 41 anos, havia sumido no mesmo mês. Os Bombeiros procuraram por ele durante quatro dias, mas ele não foi encontrado. Parentes contaram à polícia que ele teria sido atacado por um jacaré e puxado para o fundo do Rio Araguaia.

O material encontrado dentro do jacaré foi examinado pelo IML, que constatou que os restos mortais não eram de humanos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)