Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/06/2014 20:54

Laudo aponta que mãe e filho de 12 anos morreram intoxicados por gás

Mariana Lopes, Campo Grande News

O laudo do IML (Instituto Médico Legal), de Coxim, aponta que Ana Maria Mota Ramos Filha, 33 anos, e o filho dela, José Luis Ramos da Silva, 12 anos, morreram por intoxicação de gás de cozinha. Os corpos foram encontrados, na manhã de hoje (11), pelo marido da mulher e pai do menino, em um dos quartos da casa da família, no Jardim Gramado, em São Gabriel do Oeste, cidade distante 140 quilômetros de Campo Grande.

O adolescente tinha sinais de estrangulamento, que teria sido provocado pela mãe. A mulher tinha cortes no pulso e no peito. Segundo a Polícia Civil, Ana Maria cortou a mangueira do botijão de gás da cozinha e o levou para quarto, onde se trancou com o filho.

Três facas foram encontradas dentro do banheiro da casa. A Polícia acredita que Ana Maria as tenha usado para se cortar. No quarto, próximo aos corpos, a mulher deixou a Bíblia e um livro evangélico com uma mensagem de perdão à família.

De acordo com Valdecir Pereira, 33 anos, tio do adolescente, José Luis tinha uma consulta marcada para a tarde de hoje, em Campo Grande. A família iria sair de São Gabriel do Oeste logo após o almoço para virem até a Capital. Segundo relatos passados à Polícia Civil, o garoto estava com suspeita de câncer e a consulta seria para pegar o resultado do exame.

“Não era nada confirmado, ele ainda ia pegar o exame, mas a mãe dele estava com muito medo do resultado”, comentou Valdecir. Ana Maria tinha 7 irmãos, e a maioria morava na mesma rua que a da casa dela. José Luis era o único filho do casal.

O velório de mãe e filho está previsto para começar às 23h de hoje, na Capela Municipal de São Gabriel do Oeste. O sepultamento dos dois será amanhã (12), às 10h, no Cemitério Municipal.

Este foi o segundo caso, em pouco mais 24 horas, em Mato Grosso do Sul. Na madrugada de ontem (10), Luzia Marques de Souza Cavalcante, 38 anos, matou a filha Sara de Souza Cavalcante, 14 anos, e deixou a caçula, de 8, gravemente ferida. A mulher se matou na sequência.

O crime foi na rua Geraldo Rodrigues Lopes, no bairro Santo Antônio, em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande. Luzia usou um facão para cometer os crimes. Depois, enforcou-se com um fio do secador, amarrado a uma janela, segundo a Polícia divulgou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)