Cassilândia, Sábado, 21 de Abril de 2018

Últimas Notícias

11/06/2014 20:54

Laudo aponta que mãe e filho de 12 anos morreram intoxicados por gás

Mariana Lopes, Campo Grande News

O laudo do IML (Instituto Médico Legal), de Coxim, aponta que Ana Maria Mota Ramos Filha, 33 anos, e o filho dela, José Luis Ramos da Silva, 12 anos, morreram por intoxicação de gás de cozinha. Os corpos foram encontrados, na manhã de hoje (11), pelo marido da mulher e pai do menino, em um dos quartos da casa da família, no Jardim Gramado, em São Gabriel do Oeste, cidade distante 140 quilômetros de Campo Grande.

O adolescente tinha sinais de estrangulamento, que teria sido provocado pela mãe. A mulher tinha cortes no pulso e no peito. Segundo a Polícia Civil, Ana Maria cortou a mangueira do botijão de gás da cozinha e o levou para quarto, onde se trancou com o filho.

Três facas foram encontradas dentro do banheiro da casa. A Polícia acredita que Ana Maria as tenha usado para se cortar. No quarto, próximo aos corpos, a mulher deixou a Bíblia e um livro evangélico com uma mensagem de perdão à família.

De acordo com Valdecir Pereira, 33 anos, tio do adolescente, José Luis tinha uma consulta marcada para a tarde de hoje, em Campo Grande. A família iria sair de São Gabriel do Oeste logo após o almoço para virem até a Capital. Segundo relatos passados à Polícia Civil, o garoto estava com suspeita de câncer e a consulta seria para pegar o resultado do exame.

“Não era nada confirmado, ele ainda ia pegar o exame, mas a mãe dele estava com muito medo do resultado”, comentou Valdecir. Ana Maria tinha 7 irmãos, e a maioria morava na mesma rua que a da casa dela. José Luis era o único filho do casal.

O velório de mãe e filho está previsto para começar às 23h de hoje, na Capela Municipal de São Gabriel do Oeste. O sepultamento dos dois será amanhã (12), às 10h, no Cemitério Municipal.

Este foi o segundo caso, em pouco mais 24 horas, em Mato Grosso do Sul. Na madrugada de ontem (10), Luzia Marques de Souza Cavalcante, 38 anos, matou a filha Sara de Souza Cavalcante, 14 anos, e deixou a caçula, de 8, gravemente ferida. A mulher se matou na sequência.

O crime foi na rua Geraldo Rodrigues Lopes, no bairro Santo Antônio, em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande. Luzia usou um facão para cometer os crimes. Depois, enforcou-se com um fio do secador, amarrado a uma janela, segundo a Polícia divulgou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 21 de Abril de 2018
Sexta, 20 de Abril de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)