Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/05/2009 14:56

Laudo aponta que jovem não comeu coração de vítima

Danúbia Burema, Campo Grande News

Diferente do que havia sido informado pela PM (Polícia Militar), o laudo necroscópico feito pela Polícia Civil durante as investigações sobre o assassinato de Jucimar Aparecido Ferreira, de 38 anos, apontam que o coração da vítima não foi sequer retirado. O crime ocorreu no domingo (10) em Corguinho, a 100 quilômetros de Campo Grande e provocou várias versões entre a população, inclusive a divulgada pela PM de que o autor teria comido o coração do homem.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Paulo Roberto Diniz, o exame necroscópico indicou que Jucimar morreu em decorrência do traumatismo craniano provocado por pedradas.

Ele garante, ainda, que nenhum órgão da vítima foi arrancado pelo assassino. As lesões que havia no pescoço e no braço do homem foram feitas depois que ele morreu.

Segundo o autor, Marcelo da Costa Silva, de 19 anos, as lesões foram feitas com a intenção de enganar a Polícia, para que pensassem que se tratava de um crime cometido com requintes de feitiçaria.

Preso pela PM ontem às 16h30 em Campo Grande, o jovem confessou a autoria e explicou que a vítima havia falado mal de sua mãe. Por conta disso, os dois teriam discutido e Marcelo agredido Jucimar com várias pedradas na cabeça.

O jovem deixou o local, mas voltou em seguida porque não sabia se o homem estava morto. Foi quando ele pegou uma faca e, além de perfurar o pescoço da vítima, fez um desenho em forma de cruz no peito e cortou um pedaço da pele do braço do homem.

Ontem, quando foi preso, Marcelo disse à PM que cometeu o crime porque estava com ‘ódio’ da vítima. Ele deverá responder por homicídio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)