Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/07/2005 14:32

Lançado edital para equipar escolas de ensino especial

ACS - MEC

A Secretaria de Educação Especial (Seesp/MEC) lançou o edital do programa Projeto de Informática na Educação Especial (Proinesp), destinado à aquisição de equipamentos para laboratórios de escolas que atendam alunos com necessidades educacionais especiais. O Ministério da Educação vai equipar, este ano, 200 salas e 200 laboratórios de informática em número igual de municípios. O pregão eletrônico do edital está marcado para o dia 21 próximo, às 9h30, no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC), em Brasília.

Mais de 16 mil alunos com necessidades educacionais especiais serão beneficiados pelo programa. Serão adquiridos computadores, vídeos, gravadores, fones de ouvido, impressoras em braile e comum, mobiliário, jogos didáticos e interativos.

O Brasil tem cerca de 37 mil escolas que atendem alunos com necessidades educacionais especiais. Destas, 32,9 mil são públicas. “O Proinesp tem por objetivo apoiar o processo de preparação das escolas para a inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais”, explicou a titular da Seesp, Cláudia Dutra.

Além de implantar o laboratório, o Proinesp tem em vista a formação de professores para o uso das tecnologias de informação e comunicação no processo educacional dos alunos especiais. Segundo Cláudia, o programa teve início em 2003, em 60 escolas. Em 2004, o atendimento subiu para 185 instituições. “Agora, em 2005, estamos adquirindo laboratórios para 200 escolas distribuídas nacionalmente”, disse Cláudia.

Inclusão — O número total de estudantes portadores de necessidades educacionais especiais aumentou 12,3% no país. Foram 566.023 matrículas em 2004. De acordo com o Censo Escolar, o número desses alunos em classes comuns aumentou 34,1% em relação ao ano passado e totaliza 194.581 estudantes. A presença em escolas especializadas ou classes especiais cresceu 3,5%. Foram 371.442 matrículas.

A elevada taxa de inclusão de estudantes com necessidades educacionais especiais em classes comuns e a redução no ritmo de crescimento das matrículas em escolas exclusivamente especializadas ou classes especiais consolida a tendência dos últimos anos. Em 1998, a matrícula inclusiva equivalia a 15% do total. Em 2002, representava 24%. Em 2004, chegou a 34%.

Repórter: Sonia Jacinto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)