Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/04/2013 16:00

Justiça veta Maníaco da Cruz em Unei e Estado consulta 23 clínicas

Campo Grande News/ Nadyenka Castro e Carlos Martins

O destino de Dionathan Celestrino, de 21 anos, continua indefinido. O Estado aguarda resposta de 23 locais. Enquanto isso ele permanece separado dos demais presos na Polícia Civil de Ponta Porã.

Conhecido como Maníaco da Cruz, o rapaz foi para trás das grades em 2008, quando tinha 17 anos, após matar três pessoas em Rio Brilhante, a 163 quilômetros de Campo Grande.

Ele ficou internado por três anos na Unei (Unidade Educacional de Internação) de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. Em 2011 venceu o prazo legal de permanência na unidade e, como laudo médico aponta que Dionathan tem problemas psiquiátricos a Justiça determinou a internação compulsória dele.

Mesmo assim, o rapaz continuou na Unei, pois o Estado não encontrava local adequado para ele. Em março deste ano o Maníaco fugiu do local após quebrar e pular uma janela e foi encontrado nessa segunda-feira na cidade paraguaia de Horqueta.

O superintendente da Assistência Socioeducativa, coronel da Polícia Militar, Hilton Vilassanti, explica que 23 clínicas em São Paulo e Minas Gerais já foram consultadas, mas, ainda não responderam se aceitam Dionathan.

De acordo com o superintendente, a principal dificuldade em encontrar o local adequado está na segurança. Conforme ele, a clínica deve permitir escolta e aqui em Mato Grosso do Sul, nenhuma delas aceita. “Não há dúvidas que o local mais apropriado seja fora do Estado”.

O coronel cita ainda que o modelo de internação já está ultrapassado e esta também é uma das dificuldades.

Mortes - O primeiro a morrer foi o pedreiro Catalino Gardena, que era alcoólatra. O crime foi em 2 de julho de 2008. A segunda vítima foi a frentista homossexual Letícia Neves de Oliveira, encontrada morta em um túmulo de cemitério, no dia 24 de agosto.

A terceira e última vítima foi Gleice Kelly da Silva, de 13 anos, encontrada morta seminua em uma obra, no dia 3 de outubro. Dionathan foi apreendido no dia 9 de outubro, seis dias após o último assassinato.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)