Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/06/2014 21:14

Justiça suspende concurso da Prefeitura de Aparecida do Taboado

Caroline Maldonado, Campo Grande News

Foi suspenso o processo seletivo para contratação de servidores para a Fesat (Fundação Estatal de Saúde de Aparecida do Taboado). Nenhum concurso para a fundação poderá ser realizado pela prefeitura em função de uma liminar concedida pela Justiça Federal a pedido do MPF (Ministério Público Federal) em Mato Grosso do Sul.

O concurso organizado pela Prefeitura de Aparecida do Taboado, município a 481 quilômetros de Campo Grande, iria preencher vagas e funções da recém-fundada Fesat. A fundação foi criada para ser responsável pela administração do hospital municipal da cidade.

De acordo com o MPF, a seleção aconteceria apenas por avaliação de títulos. O órgão questionou a ilegalidade do regime de trabalho dos servidores e a contratação temporária por um ano. Além da irregularidade no edital, a própria criação da Fesat é questionada pelo MPF, por ser entidade de direito privado regendo serviço público e por ser inconstitucional sua criação através de lei municipal.

Segundo o MPF, o regime de contração para a Fesat deveria ser estatutário. O órgão destacou na ação que, por lei, a contratação temporária nos serviços de saúde só é permitida em casos de emergência. “O poder público municipal há meses intervém no hospital e o atendimento ao cidadão vem ocorrendo normalmente. Tal situação não evidencia situação de emergência que a contratação temporária exige”, afirma trecho que consta na ação do MPF.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)