Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

15/09/2010 13:55

Justiça solta 12, mas governador do Amapá permanece preso na PF

Lisiane Wandscheer, Agência Brasil

Brasília - O governador do Amapá, Pedro Paulo Dias, e mais cinco pessoas acusadas de envolvimento no desvio de recursos do estado tiveram prisão prorrogada por mais cinco dias. Durante a madrugada de hoje (15), 12 suspeitos, que estavam em presídios do Distrito Federal, foram soltos. Na última sexta-feira (10), 18 pessoas foram trazidas pela Polícia Federal no Amapá para Brasília.

Ontem (14), o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, determinou a prorrogação das prisões de envolvidos na Operação Mãos Limpas. Para 12 detidos, foi expedido alvará de soltura. A prisão temporária que se encerrava à meia-noite de terça-feira foi estendida até domingo (19).

Com a decisão, permanecerão presos, além do atual governador do Amapá, o ex-governador e candidato ao Senado Antônio Waldez Góes; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, José Júlio de Miranda Coelho; o ex-secretário de Educação José Adauto Santos Bitencourt; o secretário estadual de Segurança, Aldo Alves Ferreira, e o empresário Alexandre Gomes de Albuquerque.

O ministro acatou o pedido do Ministério Público Federal (MPF), que argumentou a necessária da prorrogação para garantir o andamento das investigações, de modo a não comprometer os depoimentos em curso.


Edição: Talita Cavalcante

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)