Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/01/2013 16:07

Justiça reafirma gratuidade de 13 documentos a alunos na UFMS

Campo Grande News/ Fabiano Arruda

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) está proibida de cobrar a expedição de uma lista de 13 documentos a acadêmicos. A ação foi proposta pelo MPF (Ministério Público Federal) em junho do ano passado e teve sua segunda decisão, que reafirmou a proibição.

Os documentos que a instituição não pode cobrar dos alunos são: certidão de conclusão de curso de graduação, histórico escolar por série, atestado de vaga para aluno transferido, declaração de transferência, guia de transferência, declaração de colação de grau, declaração de freqüência, declaração de matrícula, cópia oficial de estrutura curricular, certidão de registro para formados na UFMS, acesso e retificação de informações constantes de registros ou bancos de dados, apostilamento de alteração de dados no diploma e cópia de documentos arquivados na UFMS.

Segundo informações do MPF, a ação surgiu, à época, motivada em denúncias de que a universidade cobrava pelos serviços, baseada na desinformação dos alunos.

Na ação civil pública, o MPF argumentou que a cobrança pela expedição dos documentos contraria a Constituição Federal, que determina a gratuidade no ensino público.

Em fevereiro de 2009, o Ministério já havia recomendado a UFMS o fim das cobranças, no entanto, a universidade justificou que não possui autonomia financeira e que o orçamento sofreria impacto.

Segundo dados do site transparência pública, do Governo Federal, a UFMS tem o terceiro maior orçamento do Estado, atrás apenas do Governo do Estado e da Prefeitura de Campo Grande. No ano passado, o valor destinado à instituição foi de R$ 370.562,934,00, ainda conforme informações do MPF.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)