Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/10/2005 08:42

Justiça pode relaxar pena de 70% dos presos em Dourados

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Cerca de 70% dos 1,3 mil presos da Penitenciária de Segurança Máxima, Harry Amorim Costa, em Dourados, poderão ter a pena relaxada, caso seja essa a decisão da Vara de Execuções Penais de Dourados. Conforme reportagem do Dourados Agora, o processo é analisado pelo juiz Celso Schuch e o pedido foi feito pelos defensores criminais, Ligiane Cristina Motoki e Clarence Willians Duccini.
Eles questionam a lei que prevê que os condenados por tráfico de drogas, estupro, atentado violento ao pudor, seqüestro, homicídio qualificado, entre outros, cumpram 2/3 da pena em regime fechado para só depois conseguir o direito de ter a sentença revista. Os defensores propõem que os presos por crimes hediondos tenham direito a progressão da pena, ou seja, consigam ter a sentença reavaliada após ter cumprido apenas 1/6 da pena.
"O que pleiteamos, é que cada um tenha sua situação avaliada individualmente, de acordo com o crime cometido", explicou Ligiane, ao Dourados Agora. A idéia não é libertar os detentos encaminhá-lo a um regime mais brando como o semi-aberto, promover a ressocialização e diminuir a lotação carcerária da penitenciária
O vice-presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Dourados, José Harfouche já se manifestou contrário à proposta que em sua avaliação incentivaria a impunidade

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)