Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/11/2017 08:40

Justiça nega pedido para barrar votação da reforma da previdência na ALMS

Midiamax

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negou a liminar que tentava barrar a segunda votação do projeto de lei que altera a legislação previdenciária do servidor do Estado.

O pedido impetrado pelos deputados petistas João Grandão, Amarildo Cruz, Cabo Almi e Pedro Kemp foi negada pelo desembargador Sérgio Fernandes Martins.

“A Justiça entendeu que nossos argumentos não foram suficientes, tentamos por um desses meios, tentamos provar a questão da inconstitucionalidade mas a Justiça entendeu diferente. Mas nós vamos continuar batalhando vamos continuar conversando com o Fórum dos Servidores pois nós entedemos que isso não é uma reforma, é uma deforma”, disse João Grandão. A segunda votação está marcada para esta quinta-feira (23).

Segundo o executivo, autor do projeto, a medida vai reduzir o déficit da previdência em aproximadamente 41%. Segundo o Governo do Estado, o déficit previdenciário mensal é de R$ 83,7 milhões. A ideia é de que o rombo caia para R$ 48,6 milhões.

Com as novas alíquotas, de 14% para servidores e 28% para o governo, a arrecadação passaria para R$ 163,6 milhões em média.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)