Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/06/2008 16:00

Justiça manda Caixa Econômica cumprir Lei da fila em MS

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Decisão do juiz Clorisvaldo Rodrigues dos Santos, proferida nesta última semana, determina que a Caixa Econômica Federal cumpra as leis dos municípios que estabelecem tempo máximo de espera em fila. A instituição, para driblar a lei, vinha agendando horários de atendimentos aos clientes, evitando clientes em fila e multa.

A decisão é resposta à ação ajuizada pela Abdjus (Agência Brasileira de Defesa de Direitos e Promoção de Justiça) e Ministério Público Federal, beneficiando moradores de Campo Grande, Três Lagoas, Dourados, Nova Andradina, Coxim, Ponta Porá, Fátima do Sul, Aquidauana, Jardim, Maracaju, Ivinhema, Paranaíba, Naviraí e Corumbá.

A multa por descumprimento é de R$ 1 mil por consumidor lesado. As leis obrigam os bancos a atenderem os clientes no máximo em 15 minutos em dias normais de expediente, e no máximo em 30 minutos em vésperas de feriados, pagamento de salários dos servidores públicos e em outras situações.

Na decisão, o juiz determinou que a CEF abstenha-se de impor, como única opção, o agendamento de horário para atender os consumidores que comparecerem pessoalmente em suas agências em todo o Estado. Além disso, o banco terá que divulgar a decisão judicial pela mídia e também em todas as suas agências.

Luiz Cláudio Brandão de Souza, presidente da Abdjus, observa que o agendamento só traz benefícios ao banco, porque “o consumidor fica obrigado a adequar o seu horário para poder ser atendido”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)