Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

09/03/2016 06:20

Justiça Federal suspende exigência de exame toxicológico para obter CNH

Campo Grande News

A Justiça Federal atendeu liminar do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de Mato Grosso do Sul e suspendeu no Estado a exigência de exame toxicológico para motoristas que portem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para conduzir veículos pesados - categorias C, D e E.

Deliberação do Contran (Conselho Nacional de Trãnsito) tornou o exame obrigatório para obter ou renovar a habilitação nessas categorias. Porém, o Detran sul-mato-grossense entrou com recurso contra a exigência, tendo tutela antecipatória concedida.

A ação foi deferida pela juíza federal Monique Marchioli Leite, da 4º Vara Federal de Campo Grande. No parecer, são citadas as preocupações do Detran sobre a demora na concessão da CNH com a exigência do exame, ameaçando o direito de trabalho e também ao auto custo para a realização do exame.

“Somos favoráveis a medidas que reduzam os acidentes e aumentem a segurança no trânsito. Porém o exame tem algumas brechas e tornará o processo de habilitação mais demorado e mais caro ao usuário”, afirma o diretor-presidente do Detran-MS, Gerson Claro.

Exame - Na semana passada, o Detran-MS entrou com ação na Justiça Federal para derrubar a exigência do exame e uma das justificativas era a falta de rede credenciada em Mato Grosso do Sul. Novidade para os motoristas profissionais, o exame toxicológico custa R$ 360 em Campo Grande, demora quinze dias para ficar pronto e é feito por meio de recolhimento de cabelo ou pelo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)