Cassilândia, Segunda-feira, 22 de Abril de 2019

Últimas Notícias

26/03/2019 12:00

Justiça eleitoral condena 16 pessoas por compra de votos em MS

Campo Grande News

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) condenou 16 pessoas por compra de votos na eleição de 2012, em Miranda, 201 km de Campo Grande. Segundo autos do Ministério Público Eleitoral, que ofereceu a denúncia, quatro envolvidos foram até a Aldeia Lalima para oferecer de R$ 50 a R$ 70, com o intuito de conseguir votos para a candidata a prefeita, na ocasião, Juliana Pereira Almeida, além de outros dois candidatos a vereador.

 A vantagem em dinheiro em troca de votos foi oferecida a outras pessoas da aldeia, contudo, nem todas não foram identificadas, segundo os autos. As alegações dos envolvidos, entre indígenas, políticos e cabos eleitorais, giram em torno da negação da conduta ou de que houve visita à aldeia, mas para convidar eleitores para participar do último comício que a candidata realizaria em Miranda.

Contudo, algumas pessoas afirmaram ter recebido propostas em dinheiro em troca de votos para “determinados candidatos das eleições”. O crime da prática é previsto no artigo 299 do Código Eleitoral: dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outrem, dinheiro, dádiva, ou qualquer outra vantagem, para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção.

Todos foram condenados a um ano de prisão, mais pagamento de multa. Outros envolvidos tiveram a penalidade revertida em prestação de serviços comunitários. Como a decisão é de 1º grau, os condenados ainda poderão recorrer na Justiça. Juliana foi eleita na ocasião e não está na relação de réus na ação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 22 de Abril de 2019
10:00
Receita do dia
Domingo, 21 de Abril de 2019
09:00
Santo do dia
Sábado, 20 de Abril de 2019
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)