Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/09/2016 07:15

Justiça do Trabalho derruba liminar e bancários seguem em greve no MS

Campo Grande News

A Justiça do Trabalho derrubou na tarde desta quinta-feira (22) a liminar que determinava a volta do expediente de 30% do efetivo dos bancários que trabalham em unidades conveniadas ao poder público. A primeira decisão foi concedida na sexta-feira (16) atendendo a pedido da seccional sul-mato-grossense da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Na época, a Ordem alegou que, com as agências fechadas, os advogados não poderiam cumprir mandados de pagamento e liberação de valores que estão em contas judiciais. Porém, a decisão foi contestada judicialmente pela Seeb-CG (Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região).

Hoje, o desembargador Federal do Trabalho, João de Deus Gomes de Souza, deu ganho ao sindicato, cassando a liminar anterior. "Não há prova contundente de que a greve tenha se desencadeado de forma abusiva, encontrando-se dentro dos limites estabelecidos pela legislação que regulamenta o movimento paredista", frisa o magistrado.

Ainda de acordo com a decisão, a OAB não detém legitimidade para propor tal ação e, por isso, a medida de obrigar o retorno de expediente em 30% foi tomada em desacordo com a Constituição e legislação.

"Sempre agimos dentro do que determina a lei da greve. No entanto, entramos com essa ação porque não podemos aceitar que um direito garantido pela constituição fosse violado", comenta o presidente do Seeb-CG, Edvaldo Barros.

17º dia de greve - A greve dos bancários em todo o país completou o 17º dia nesta quinta-feira (22) sem previsão de término, já que ainda não há uma nova data para que funcionários e patrões se reúnam para negociar. Os bancários pedem reajuste de 14,78%, enquanto os bancos oferecem apenas 7% - valor abaixo da inflação, de 9,78%.

Hoje, das 160 unidades bancárias existências em Campo Grande e cidades da região, englobadas pelo Seeb-CG, 144 permaneceram sem atendimento, o que representa 90% de adesão à paralisação.

Na próxima segunda-feira (26), quando a greve completa 21 dias, o Comando Nacional dos Bancários se reúne em São Paulo, onde ocorrem as negociações com os patrões, para avaliar as paralisações e mobilização desta greve, já considera a maior da história da categoria. Eles vão definir os próximos passos da paralisação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)