Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/12/2014 16:07

Justiça define novas regras trabalhistas para produtores de carvão

Campo Grande News

Para aprimorar a atuação dos produtores do carvão vegetal destinado à produção de ferro gusa, regular a cadeia produtiva e instituir requisitos mínimos que controlem a aquisição do carvão vegetal pelas siderúrgicas, o MPT-MS (Ministério Público do Trabalho) realizou audiência em sua sede, em Campo Grande.

A produção de carvão está no topo da lista de empreendimentos que mais fazem uso de trabalho escravo em Mato Grosso do Sul. São 28 empreendimentos listados, sendo 13 carvoarias. Ao todo, 101 trabalhadores foram resgatados de trabalhos como esse no último semestre.

Na audiência, foi definido que o produtor de carvão deverá, antes de fornecer seu produto, firmar contrato detalhando as obrigações e apresentando documentos que comprovem o cumprimento das obrigações trabalhistas.

Depois que a documentação for apresentada, o produtor estará liberado para fornecer matéria-prima. No entanto, a cada mês, a siderúrgica precisa exigir dos produtores de carvão documentos que comprovem o cumprimento das obrigações, como pagamento de salários e recolhimento do FGTS e, a cada seis meses, deverá fiscalizar as instalações do fornecedor para verificar as condições ambientais e trabalhistas.

Foi criada uma comissão que deverá definir os requisitos a serem cobrados das carvoarias até abril de 2015, quando será, então, firmado termo de cooperação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)