Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/09/2007 09:21

Justiça condena Gol a pagar R$ 2 mi a família de vítima

Agência Brasil

O juiz Mauro Nicolau Junior, da 48ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, determinou que a Gol Transportes Aéreos indenize em R$ 1,14 milhão, por danos morais, a família de Quézia Gonçalves Moreira, vítima do vôo 1907, em que um Boeing da empresa colidiu com um jato Legacy em setembro de 2006. De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça, o juiz determinou também que a companhia aérea pague pensões no valor de R$ 999.426,62, sendo um terço para cada um dos autores.

A ação foi proposta pelos pais da vítima, João Batista Moreira e Martha Lopes Gonçalves Moreira, e pelo irmão dela, Ralph Gonçalves Moreira. A antecipação de tutela foi deferida hoje (31), em audiência de instrução e julgamento. O juiz julgou a ação procedente em parte e concedeu liminar determinando o pagamento. O valor, somando indenização a pensões, ultrapassa R$ 2 milhões.

Quézia tinha 21 anos e havia sido aprovada recentemente em concurso da Petrobras. Segundo os autores da ação, ela auxiliava no sustento da casa e na educação do irmão. Na ação, eles pediram a condenação da empresa aérea, pensões mensais, décimo terceiro salário, gratificações de férias, indenização a título de dano moral, o pagamento do funeral e sepultura perpétua, além de tratamento psiquiátrico.

Em seu despacho, o juiz entendeu que em relação ao passageiro a responsabilidade do transportador é contratual: "Tem o transportador o dever de zelar pela incolumidade do passageiro na extensão necessária a lhe evitar qualquer acontecimento funesto. Em suma, entende-se por cláusula de incolumidade a obrigação que tem o transportador de conduzir o passageiro são e salvo ao lugar do seu destino."

Como a decisão do juiz Mauro Nicolau Junior é de primeira instância, ainda cabe recurso por parte da Gol Transportes Aéreos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)