Cassilândia, Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

Últimas Notícias

26/10/2018 11:20

Justiça condena banco por demora no pagamento de consórcio contemplado

Campo Grande News

A 4ª Vara Cível de Campo Grande condenou o Itaú Administradora de Consórcios ao pagamento de R$ 10 mil de indenização por danos morais e outros R$ 9,738,43 de danos materiais a um cliente por prejuízos na demora do pagamento de carta de crédito de consórcio contemplado.

O cliente relata que contratou uma cota de consórcio que foi contemplada em 17 de março de 2014. Ele diz que foi em busca de um veículo para adquirir e no dia 18 de agosto de 2014 celebrou o contrato de compra e venda referente a uma Chevrolet S10 por R$ 45 mil, sendo pago, em parte, com cota do consórcio no valor de R$ 18,6 mil.

O cliente diz que foi até a agência do banco no dia 27 de agosto para receber o valor da carta de crédito, mas foi informado que o sistema do bancado estava inoperante. Voltou nos dois dias seguintes e em outras quatro oportunidades em setembro, mas também não teve êxito no processo de pagamento do consórcio. Aponta ainda que devido da demora precisou efetuar um empréstimo para quitar o veículo, além do pagamento de multa contratual, adquirindo um prejuízo de R$ 9,8 mil.

O banco argumentou que a contemplação constitui mera comunicação de que o participante está apto a iniciar o processo de faturamento do bem escolhido, o que se consolidará mediante a aprovação da análise do crédito e garantias. Diz ainda que o cliente tinha conhecimento das regras e não cumpriu o contrato.

A juíza Vânia de Paula Arantes apontou que o cliente comprovou ter se dirigido ao banco por sete vezes no sistema do banco e que o pagamento somente foi autorizado no dia 13 de outubro de 2014. A magistrada examinou ainda que entra a primeira visita do cliente ao banco até a liberação do pagamento se passaram 47 dias. “Restando evidente a demora por parte da requerida e, portanto, sua ilicitude”.

“Há de se ressaltar que o réu não demonstrou nos autos que a demora na entrega da carta de crédito se deu por culpa do autor, não havendo notícia de que este deixou de entregar algum documento necessário ao processo de consórcio, ou que teve seu pleito negado por qualquer outro motivo, o que nos leva a crer que a situação foi causada exclusivamente pela inércia da requerida”, ressaltou em sua decisão.

Com relação ao pedido de danos morais, a magistrada julgou procedente, pois a demora na liberação da carta de crédito “fez que o autor não tivesse condições financeiras para adimplir o contrato de compra e venda de veículo”. Assim, frisou a juíza que, em decorrência da conduta do banco, o autor teve que, além das inúmeras idas sem sucesso à agência bancária, realizar empréstimo em seu nome, o que, segunda ela, caracteriza o dano moral suportado “ante a ameaça de desorganização da vida financeira do autor”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 14 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
Terça, 13 de Novembro de 2018
17:57
Cassilândia/Paranaiba/Chapadão
09:00
Santo do dia
Segunda, 12 de Novembro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)