Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/09/2008 15:07

Justiça cassa o mandato do prefeito de Bataguassu

Jeferson da Luz/Campo Grande News

Por decisão da Justiça Eleitoral, o prefeito de Bataguassu, João Carlos Aquino Lemes (PT) tornou-se inelegível por três anos, o que acarreta a perda de seu mandato e a cassação de sua candidatura à reeleição. A decisão foi divulgada no fim da tarde ontem.

De acordo com a Justiça Eleitoral, o prefeito teria praticado o crime de uso da máquina administrativa. Segundo os autos do processo, ele realizou uma reunião política na residência de Zuleica Cardoso dos Santos, que mora no Assentamento Aldeia 2, que teria pedido em troca de seu voto a disponibilidade do maquinário da prefeitura, para reforma de uma represa em sua propriedade.


João Carlos se defende dizendo que ele não pediu voto algum e que também nenhum pedido foi feito a ele. “Havia uma equipe da prefeitura realizando alguns serviços no assentamento. E um dos assentados pediu ao funcionário que realizasse um reparo em uma pequena represa. Como o reparo era pequeno e demandava poucas horas de serviço, ele resolveu atender o assentado, sem comunicar a seus superiores”.

Porém, no entender do juiz eleitoral, houve abuso de poder econômico e político pelo uso da máquina pública. João Carlos tem dez dias para recorrer da decisão junto à Justiça.

O prefeito adiantou que já esta preparando o recurso, que deve ser entregue ainda na tarde de hoje, na tentativa de participar das eleições do dia 5. “Não concordo com essa decisão, e em nossa defesa vou esclarecer que eu não tive conhecimento das ações do funcionário da prefeitura, que não houve pedido de troca de voto da minha parte ou da parte do funcionário, e que o fato em si não tem potencial de influenciar nas eleições”, detalha.

Conforme João Carlos, o pedido de cassação do mandato foi apresentado pela coligação “Trabalho Transparência e Respeito”, adversária ao prefeito.

Se a decisão for mantida, mesmo que o atual prefeito vença a eleição não será diplomado, assumindo o cargo o segundo colocado no pleito.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)