Cassilândia, Terça-feira, 21 de Maio de 2019

Últimas Notícias

11/03/2019 18:00

Justiça bloqueia R$ 350 mil de autores de assalto com reféns aos Correios

Campo Grande News

O juiz federal Felipe Bittencourt Potrich, substituto da 1ª Vara de Coxim –a 260 km de Campo Grande– decretou o bloqueio de até R$ 350 mil de dois suspeitos de participação no assalto a uma agência dos Correios no município, no qual funcionários foram feitos reféns e só liberados mediante negociação com as autoridades. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (11) no Diário de Justiça Federal e inclui a aceitação da denúncia, feita pelo MPF (Ministério Público Federal) contra a dupla.

A decisão de bloqueio de patrimônio dos denunciados – Thiago Ferreira da Silva e Ezequiel de Matos Silva– atende a pedido do MPF, que busca garantir a indenização mínima de danos morais causados às vítimas e á coletividade com o crime. Para sustentar o pedido, a Procuradoria reforça que houve prisão em flagrante dos agora réus. O juiz considerou eu a impossibilidade de controlar possível transferência de bens da dupla a terceiros geraria dificuldades de ressarcimento e de quitação de multas e custas do processo.

A acusação do MPF se vale do registro da ocorrência policial, feito na 1ª Delegacia de Coxim. Conforme a denúncia, em 1º de fevereiro deste ano, por volta das 12h50, uma funcionária chegava do almoço e se deparou com Ezequiel, que teria questionado o horário de funcionamento da agência e, logo em seguida, anunciou o assalto, levando a primeira vítima para o pátio do prédio pela porta dos fundos.

Negociação – Thiago chegou pouco depois em uma motocicleta, apontando que o roubo “era fruto de um cuidadoso estudo sobre as rotinas da agência”, narra a inicial. Ezequiel ainda perguntou à funcionária sobre a presença do gerente, que já deveria ter chegado ao local. Portando uma arma calibre .32 oxidada, ele seguiu para a tesouraria, que estava trancada –apenas o gerente tinha a chave. Diante disso, a funcionária foi levada para a cozinha por Thiago.

Quando chegou ao local, o gerente percebeu o alarme desligado, sendo imediatamente rendido por Ezequiel, que exigiu que a tesouraria fosse aberta. O cofre, porém, tinha programação e só abriria em horário determinado. Foi quando uma segunda funcionária chegou para o trabalho, sendo também rendida e levada para a cozinha. Depois, as servidoras foram colocadas na tesouraria com o gerente pelos criminosos, que exigiram a entrega de todos os recursos nos caixas.

Os assaltantes confeccionaram um cartaz, fixado na porta, informando que, por problemas técnicos, a agência só abrir as 14h. O fato chamou a atenção de uma terceira funcionária que chegara e, ao perceber algo errado, acionou a Polícia Militar, que cercou o perímetro da agência. Ezequiel e Thiago iniciaram negociação via telefone, pedindo a presença da Defensoria Pública e de um advogado para, finalmente, liberarem as reféns e se entregarem, segundo narrou o registro policial –antes, porém, tentaram destruir seus telefones celulares.

O juiz aceitou a denúncia do MPF, dando início aos demais procedimentos de acusação e defesa. Por se tratar de uma agência dos Correios, a competência de analisar o caso é da Justiça Federal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Segunda, 20 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)